Uma Marca Destruída

  Uns falam que a imagem é tudo. Outros discordam, afirmando que o que importa mesmo é o conteúdo. A sabedoria popular sentencia que “não se julga um livro pela capa”. Quando tratamos de pessoas, isso sem dúvida é uma verdade incontestável. Mas mesmo as pessoas não podem ou não devem descuidar das suas imagens. Afinal, a sociedade de forma geral é movida por boas imagens. Imagens esquisitas ou distorcidas são logo escanteadas. Mas e quando a imagem a ser analisada é a de um produto ou serviço? Alguém aí compra produtos com as embalagens amassadas, arranhadas ou contrata um serviço de uma empresa suja, desorganizada e sem estrutura? Duvido muito. Por isso, empresas costumam ter o maior cuidado com seus produtos e serviços. Precisam ter suas marcas “limpas” para que possam comercializá-las com todo seu potencial. Criar uma marca forte e gerenciá-la de forma profissional, como se fosse um produto. Segundo vários especialistas em Marketing, esse é um dos componentes fundamentais para atrair pessoas. Se alguém não reparou, estou falando do Santa Cruz Futebol Clube. Mais que um time de futebol. Mais que um clube. Uma MARCA. Pensando e observando o Santa Cruz por essa ótica, percebemos mais uma vez como foi maltratada a marca tricolor nos últimos anos. Na década de 70, éramos conhecidos como o “Terror do Nordeste”, nosso manto apareceu na capa da revista de maior circulação do País, estávamos consolidando um nome, uma marca em todo país. Não vou me ater aos desmandos que ocorreram nos anos posteriores. Todos nós já sabemos de cabo a rabo. Corrupção, truculência, incompetência, amadorismo, dentre outras características foram associadas a nossa marca. Ou seja, uma propaganda negativa assombrosa. Salários atrasados, jogadores espancados, um estádio caindo aos pedaços, um clube que não tem nem energia. Esse é nosso legado. Estou tocando nesse tema, pois estava assistindo a partida entre Curitiba x Palmeiras, pela TV Bandeirantes, quando o “ex-narrador em atividade” Luciano do Valle proferiu uma pérola ao vivo para todo Brasil: “Esse Carlinhos Paraíba realmente é um excelente jogador. E tem uma história complicada. Saiu do Santa Cruz, onde passava fome e não recebia salários, mas decidiu mudar. Enquanto outros permanecem na mesma situação”. Qualquer instituição séria, que tenha um mínimo de cuidado com a sua marca, já teria se pronunciado quanto a algo desse tipo.  Mas nossa marca quase não existe mais, é apenas associada a coisas ruins....

Leia Mais

Um Raio X da Série C

Amigos do blog, Eu gostaria muito de estar escrevendo sobre qualquer outro assunto, mas depois de  uma estafante  e estressante troca de e-mails com o editor-cacique-mor Dimas, decidi escrever meus próximos 4 textos sobre algo inevitável para todos nós,  a série C. Meu Santa Cruz, depois de todas as raivas e desgostos que você me fez passar, eu ainda estou ansioso para te ver em campo de novo, mas, dessa vez, infelizmente, disputando o lixo do futebol nacional.  Antes de começar a falar propriamente da série C, gostaria de fazer uma “observação” para o diminutivo: você abriu a boca para dizer que era impossível competir com as suzies e barbies pela diferença de receitas entre nós e eles, e, por isso, não teríamos chance alguma no Pernambucano.  Usando o mesmo raciocínio, começaremos a série C com quase 2 milhões do todos com a nota, ou seja, no mínimo 60 presidentes de nossos adversários na série C deveriam dar entrevistas dizendo que será impossível disputar conosco, concorda presidente? Ou será que não? Por que nossa “desobrigação” devido ao orçamento no pernambucano não vira uma obrigação na série C? Ou será que o senhor mudará de novo o discurso? Bom, voltando ao assunto que eu queria abordar, nesse texto vou falar um pouco de como é a série C. Os dados são frutos de pesquisas na internet. Para os que já conhecem o esquema desse super torneio, desculpem, mas nesse primeiro texto sobre a série C, falarei sobre coisas que muitos já sabem. O Campeonato de 2008 terá a mesma fórmula de 2007 e será dividido em 4 fases: PRIMEIRA FASE Os 64 clubes estão agrupados em 16 chaves, com quatro equipes cada. Jogam entre si, em turno e returno. Classificam-se os 2 primeiros de cada grupo para a 2ª fase. SEGUNDA FASE Os 32 clubes estão em 8 grupos com 4 equipes cada. Jogam entre si, em turno e returno. Classificam-se os 2 primeiros de cada chave para a 3ª fase. TERCEIRA FASE Os 16 clubes estão em 4 grupos com 4 equipes cada. Jogam entre si, em turno e returno. Classificam-se os 2 primeiros de cada chave para a fase final. FASE FINAL Os 8 clubes jogam todos contra todos, em ida e volta. Os 4 primeiros classificam-se para a Série B de 2009. Quem somar mais pontos nesta fase, será o campeão da Série C 2008. Nunca é demais observar que os times...

Leia Mais

O voto da torcida

Mais uma vez chego em casa cansado, embora ainda não passe da meia-noite. Desta vez, escreverei um texto curto, apenas para deixar o registro, pois amanhã terei mais um dia cheio. Apesar da decisão do Desembargador, da campanha contrária da mídia esportiva e do esforço do presidente coral, a Assembléia Geral Extraordinária – AGE aconteceu. Resta agora a justiça dizer se a assembléia é ou não legal. Que seja assim. Dizem que a justiça tarda, mas não falha. Pessoalmente, acho que a justiça falha. Talvez falhe agora com a torcida tricolor, embora ela, a torcida, tenha deixado a sua vontade expressa através das urnas. Ela quer ver o diminutivo bem longe do Arruda e ponto final. Fiz questão de fotografar o meu voto, antes de depositá-lo na urna. Fiz questão de não me omitir, assim como fizeram todos os que estiveram lá. Muitos outros gostariam de ter estado, mas não puderam. Mas cento e vinte e sete sócios falaram por eles. Não houve voto válido favorável à permanência do presidente coral. Outros quarenta e seis, acho eu, não tiveram seus votos computados, por não conseguirem comprovar que estavam em dia, já que o clube esteve fechado. Um deles votou com o diminutivo. Seja lá como for, fizemos a nossa parte como sócios e tricolores. O resto eu deixo com a justiça e espero que ela seja justa. Agora eu vou dormir, que o meu mal é...

Leia Mais

A oposição verdadeira

A oposição aos maus tratos do pior presidente da história, cada dia mais se fortalece. O pior presidente da história está isolado. O seu grupo dos 17 tricolores resume-se a cinco. Junto a ele apenas seus três bonecos, o presidente da Federação Pernambucana de Futebol e um ¨cardeal¨. Nem os jogadores o querem como presidente. Prolongam suas férias. Querem a alforria, vão à justiça. Os funcionários estão há 7 meses sem ver a cor do dinheiro. Sentem saudades, quem diria, do presidente anterior. A torcida, enfraquecida, está com medo do que vislumbra. Irá disputar uma série C, com sérios riscos de cairmos para a série D; afinal, irá encarar o Central (o carrasco da era do pior presidente da história). A que ponto chegamos. Resta-nos a mobilização! O Edital da Convocação da Assembléia Geral nos trouxe de volta a expectativa de dias melhores. Mas a torcida quer algo mais do que destituir o pior presidente da história: quer ser representada! Alguns dos eternos opositores já se candidataram; os criadores do pior presidente da história também. Mas Fred Arruda agora aceita ser o representante. Ainda bem. Ele sabe que conta com o apoio da torcida. Esta torcida que ficou tanto tempo atordoada e que até um desembargador atreveu-se a desrespeitar. Acha-se no direito de impedir a democracia coral. Mas não será por muito tempo. Hoje a torcida se veste de oposição. Logo ela, sempre fiel, a única e verdadeira situação no clube. A torcida clama por justiça. E pela justiça. Deixe-nos refundar o nosso Clube, o mais rápido possível. Quem ama o Santa, tem...

Leia Mais

Véspera de decisão

(Publicação simultânea com o Blog do Santinha) Tive um dia longo e estou cansado. Acabo de chegar da reunião convocada pela oposição e já passa da meia-noite quando começo a escrever essas linhas. Confesso que estou sem inspiração. O cansaço traz essas coisas. Mas amanhã terei outro dia cheio e melhor rabiscar alguma coisa agora do que deixar passar em branco a oportunidade. Ontem, um auditório lotado de tricolores discutiu questões importantes sobre a Assembléia Geral Extraordinária – AGE, que decidirá sobre o afastamento do presidente diminutivo. A reunião, realizada no auditório do ETC na Avenida Rosa e Silva, também serviu para que os integrantes da oposição apresentassem as medidas emergenciais a serem tomadas e um modelo de gestão que será implantado no Santa Cruz, caso o presidente diminutivo seja afastado do cargo. Embora todas essas questões sejam relevantes, prefiro não abordá-las agora. Para tratar disso, solicitei a Fred Arruda, Vice-Presidente do clube, que me enviasse os slides para que oportunamente possamos publicá-los. Meu assunto pontual é outro. A esta altura, estou mais interessante no momento político que se desenha. Recentemente publiquei no Torcedor Coral um texto sobre o jogo de xadrez que se tornou a corrida pela cassação do presidente. Estratégias de um lado e contra-estratégias de outro se cruzarão num confronto decisivo no dia 13 de maio. Pessoalmente, tenho lá minhas frustrações com a oposição, como fiz questão de deixar claro na reunião. Acho que a confraria Ninho da Cobra teve a sua parcela de culpa na administração do diminutivo. Além disso, de suas fileiras saiu Alexandre Ferrer, o cavalo do presidente coral nesse tabuleiro de xadrez. Por tudo isso, não encaro mais de peito aberto as grandes questões políticas do clube. Mas confesso aqui que já superei a fase de fazer conjecturas. Não há mais tempo para isso. Em primeiro lugar, porque depois de tantas bobagens cometidas pela atual gestão, não encontro razão para acreditar num futuro melhor, caso não haja a cassação do presidente. Em segundo, porque de nada adiantaria arrancar o diminutivo de sua cadeira, para ceder o lugar para algum fantasma do passado. Em terceiro, porque gostaria de ver Fred Arruda assumindo a presidência do clube. Por isso, estarei na sede do clube, no próximo dia 13, às 16 horas, para votar a favor do afastamento do Sr. Édson Nogueira do cargo de presidente do Santa Cruz. Que venham todos. Nota da Redação:...

Leia Mais
52 de 53...1020...515253