Sobre os autores

Editores

Dimas Lins, Editor-Mor

Dimas Lins, Auditor do Tribunal de Contas do Estado, é o Editor-Mor e fundador do Torcedor Coral. Criou o blog no final de 2006, por conta da eleição que garantiu a primeira vitória da oposição na história do clube. Bem, pelo menos acertou no blog. Como não acredita em milagres, passou a torcer por uma quebradeira geral no futebol brasileiro, pois, pela qualidade das gestões que passaram pelo Santa Cruz, está convencido que é mais fácil os outros clubes irem pro buraco do que o Santinha sair dele. Já que não dá para nivelar por cima, que seja por baixo.

Dimas Lins, foi colaborador do Blog do Santinha, escreve contos e crônicas de uma gente brasileira no Dimas Lins.com, seu blog literário. Dizem que numa conversa intelectual com Paulo Coelho, ao ser perguntado se escrever era sua cachaça, respondeu que sua cachaça era, na verdade, cachaça mesmo, embora preferisse um loura bem gelada, de preferência artesanal. Como pretende ganhar dinheiro com literatura, foi aconselhado pelo famoso escritor a vender livros num sebo no centro de Recife, para manter vivo o sonho. Depois de um curso de cinema, sonha em ser o novo Spielberg e transformar o TC numa grande produtora de filmes. cineastas do mundo, tremei!

Por fim, só porque criou alguns blogues na internet e passou a acreditar que é webdesigner, para desespero dos profissionais da área.

 

Artur Perrusi, Editor-Minor

Artur Perrusi, primeiro colaborador do blog, iniciou servindo cafezinho, mas fez carreira no Torcedor Coral até ser promovido a Editor-Minor. Criou o termo LEF, para se referir à banda podre do Arruda, dividindo-os entre Canalhas e Tolinhos.

Psiquiatra de carteirinha, a cada derrota coral é visto vendendo Rivotril com Coca-Cola para os tricolores em sua tenda à beira do canal do Arruda. Para os casos mais graves, costuma prescrever Cana com Gás, famoso energético caseiro com efeito antidepressivo imediato e que tem a vantagem extra de driblar o bafômetro numa blitz do DETRAN, já que o aparelho não resiste ao poder de uma baforada. Ficou podre de rico vendendo remédios à torcida coral e passou a residir numa praia paradisíaca da Paraíba. Possui ainda uma relação não compreendida com as famosas tartarugas de Intermares e morre de medo de baratas. Essa, nem Freud explica.

Além do Torcedor Coral, Artur é autor do Blog dos Perrusi, onde escreve costumeiramente crônicas e artigos sobre política, doidice e o escambau! É também responsável pelas bizarras e divertidas dinâmicas em grupos na seleção dos novos cronistas do TC.

 

Paulo Aguiar, Editor-Minus Plus

Paulo Aguiar é economista e foi convidado a participar do blog por causa de suas opiniões imparciais e contundentes. Certamente, é o nosso integrante mais estudioso dos bastidores das Repúblicas Independentes do Arruda, pois conhece cada mofo em cada parede de nosso estádio. Relatos vindos de estudantes e professores da Universidade de Cambridge dão conta que Paulinho, em seu pós-doutorado, defendeu a tese “Santa Cruz: por que o buraco é sempre mais embaixo?”.

No período em que foi correspondente internacional do TC, Paulinho, além dos estudos, teve outra missão na terra de Shakespeare: arrumar algum multimilionário, que não sabia o que fazer com tanto dinheiro, para investir no Santa Cruz. Segundo o nosso cronista, o perfil ideal do nosso futuro investidor seria o de alguém cheio da nota, mas com o raciocínio um tanto lento.

Paulinho cultiva secretamente o sonho de ocupar um cargo importante no Arruda. Não deseja ser presidente do clube, mas nosso Ministro da Economia, para introduzir a Merreca como moeda oficial do Santa Cruz. Com ela, pagaríamos salários de jogadores e funcionários, embora ressalve que os ingressos continuariam sendo vendidos em Real.

Cronistas

Bosquímano, cronista

João Bosco, jornalista, entrou numa época em que o blog, sem opção, aceitava doidos de todos os gêneros. Por muito tempo foi nosso correspondente na Espanha e quase convenceu o Real Madrid a contratar Parral por uma quantia obscena. Seria a maior transação do Santa Cruz em todos os tempos, mas, infelizmente, de última hora, o clube madrileno preferiu montar um time mais barato, trazendo jogadores como Kaká e Cristiano Ronaldo.

Jornalista de fama internacional, ganhou o prêmio Putz! com o artigo “Me chame de corno, mas não de burro-negro!”, publicado em seu antigo blog Futebol e outras histórias. É reconhecido pelo lirismo de seus textos, como “Abnegado é a cabeça do meu p…!” e “Sou tricolor e foda-se o resto!”.

Aguardou em vão o sinal verde de certo webdesigner para lançar o blog Minha pança, onde pretendia escrever qualquer coisa que lhe viesse à cabeça. Seria imperdível.

 

procurado

Manoel Valença, cronista

Manoel Valença, Analista de Sistemas, tem duas paixões na vida: o Santa Cruz e tomar cachaça. Por isso, gosta de ir ao Arruda em dia de jogo para juntar uma coisa e outra. Seu casamento, certa vez, quase afundou, quando ele titubeou entre largar uma latinha de cerveja no mar e salvar sua esposa do afogamento.

Maneca se notabilizou depois que criou um sistema informatizado para fazer previsões sobre os jogos do Santa Cruz na Série D, contudo, ao contrário do polvo Paul, não acertou um resultado sequer. Nosso cronista mais otimista atribuiu os erros aos adversários do Terror do Nordeste que, em sua opinião, não entendem absolutamente nada de Tecnologia da Informação.

 

Santana Moura, cronista

Santana Moura, antiga colaboradora contumaz, é especialista em psicologia esportiva e profissional com moral para botar o dedo na cara de qualquer árbitro malandro que atue no futebol brasileiro. Já botou muito jogador de castigo por fazer corpo mole e deixou muito juiz sem ver TV, depois das meladas costumeiras. Em dias de jogos, ela pretende montar um consultório móvel para se contrapor as terapias alternativas do nosso psiquiatra Artur Perrusi, que costuma receitar Rivotril com Coca-Cola e cana com gás no tratamento dos doidinhos tricolores, em caso de derrota.