Em nome da verdade

Dimas Mccarthy Lins, inquisidor do TC Amigos, há duas semanas aproximadamente há uma inquietação tirando o sono de todos os torcedores corais. Não falo das derrotas para o americano, nem para o central. Isso já estava no programa. Falo de algo muito mais sério. Algo que pode derrubar a república. Falo de uma conspiração. A mais horrenda conspiração nunca vista na história deste país. Uma conspiração patrocinada pela federação do bode rouco de futebol, em conluio com os nossos inimigos mortais, a coisa[i] e a Barbie[ii], e com a colaboração mais que especial da imprensa conspiratória de Pernambuco, imoral, imoral. No começo, é verdade, não demos muita bola. Pareciam desesperados com o soerguimento do mais importante clube de futebol do mundo. Eles, mais desesperados ainda, partiram para o jogo sujo (bem, se é que pode haver jogo mais sujo). Começaram uma campanha para jogar na lama dois dos mais importantes símbolos do Santa Cruz, dois dos mais importantes nomes da crônica futebolística do mundo mundial. Os senhores Artur Perrusi e Josias de Paula Jr. foram sumariamente acusados de serem adeptos da cachorra de peruca. Pior ainda, meus caros, os conspiradores conseguiram infiltrar-se em nosso meio. As acusações partiram de dentro da nossa própria casa. Isso não poderia ficar assim. O nosso guia e editor-mor, Dimas McCarthy Lins Bial, com o intuito de salvar a reputação do blog e muito bem acompanhado dos seus assessores John, George e Ringo, começou a investigação de caça às bruxas (diferentemente de dom Dedé, Diminhas investiga antes de excomungar geral). E ele não podia estar mais bem assessorado, dizem que os dois primeiros já andaram pelo inferno. Depois de matutar durante noites e noites insones veio a grande idéia. Se for para caçar as bruxas do Santa Cruz, devemos começar pela religião. Assim, nada melhor do que começar as investigações procurando Capella. Era a luz divina. Bastou essa primeira incursão, para que nosso guia conseguisse desmontar o argumento base das acusações. Pedro Henrique não é pipoqueiro, é, na verdade, um paçoqueiro, como já foi adiantado neste mesmo blog, pelo nosso líder. De modo que os Senhores Artur Perrusi e Josias de Paula Jr., nada mais eram que dois equivocados. Pra quem não se lembra do caso, leia os textos anteriores com seus respectivos comentários. (Só um parênteses para não perder a piada, para um clube chamado Santa Cruz nada mais correto que um diretor...

Leia Mais