Política, fúria, amor e ódio

Sylvio Ferreira

Desde o momento da queda do Santa Cruz para a Terceira Divisão do Campeonato Brasileiro, o atual presidente do Clube se tornou objeto de verdadeiro ódio por parte da torcida coral. De lá para cá, outra coisa ele não tem feito a não ser aumentar contra si o referido sentimento. Há um imenso barril de pólvora prestes a explodir nas Repúblicas Independentes do Arruda. É só uma questão de tempo.  Não é preciso ser vidente para prever os acontecimentos.

Para tanto, será decisivo o desempenho do Santa Cruz na Série C. Em obtendo êxito, o barril de pólvora explodirá em dezembro. Caso contrário, a explosão ocorrerá tão logo o Clube seja alijado da próxima competição. Nos dois casos, muito certamente a explosão se dará de diferentes formas. Oxalá que a mesma aconteça pelo poder e a força das urnas, daqui a seis meses. Assim acontecendo a democracia se edificará em solo apropriado.

Contudo, nada assegura que assim acontecerá. Em termos políticos, o Santa Cruz virou um campo minado de altíssimo risco. E as minas plantadas no Clube (frutos da arrogância, prepotência, descalabro administrativo, desrespeito as normas estatutárias e à instituição coral) não explodirão no colo da torcida; afetando-o ainda mais do que já a afetou.

No momento oportuno, o feitiço haverá de voltar-se contra o feiticeiro, na forma de uma revolta jamais vista na história do Clube. Para quem não sabe, o ódio é um sentimento que não basta a si mesmo. Nesse sentido, ele é menos um fim e mais um meio para expressão de algo maior do que ele próprio e que somente se realiza mediante o exercício da fúria.

Por sua vez, a fúria explode quando o poder da força se sobrepõe ao poder do sentido. Essa é a derradeira tentativa, movida pelo desespero, de chamar o feito à ordem; por parte de quem se sente vilipendiado nos seus direitos de torcedor ou associado, ultrajado nas suas prerrogativas estatutárias e frustrado nos seus sonhos e esperanças quanto ao objeto que se constitui no maior orgulho e na razão de ser de milhões de vidas: o Santa Cruz.

Mas o ódio dirigido ao atual Presidente do Executivo, embora seja por demais compreensível, traz no seu bojo uma faceta perversa para a formação de uma consciência política que é preciso ser banida do Santa Cruz – refiro-me à má consciência que acaba por privilegiar mais os atores políticos em cena do que colocar sob rigoroso exame e criteriosa análise o modelo político e de gestão presentes na vida do Clube, para além dos atores específicos responsáveis pela atual crise que o Clube atravessa.

É sabido que a atual crise tem nome e sobrenome (em realidade, ela possui mais de um nome e sobrenome; já que envolve tutores e tutelados), mas ater-se aos mesmos em nada adiantará para a construção de um Novo Santa Cruz. Para que tal construção seja possível, a efervescência dos sentimentos precisa ceder lugar à análise fria da problemática política em questão. E o grande desafio político do Santa Cruz, volto a insistir, é de caráter político-institucional.

Da perspectiva política, o Santa Cruz ainda se encontra à época da República Velha, anteriormente à Revolução de 30. Por exemplo, os núcleos de força política dentro do Clube lutam pela afirmação e supremacia de si mesmos e não da instituição coral. Em busca do exercício do poder pelo poder, eles confrontam a torcida e o quadro de sócios; promovem eleições viciadas e fraudulentas; transformam o processo sucessório num exercício de pantomima política; estabelecem relações de amizade, parentesco, prestígio, poder, dinheiro e compadrio, como condição para a escolha do presidente do Clube (sem mencionar outras condições de caráter escuso a que recorrem). Num jogo político dessa ordem, não é difícil a democracia ser subjugada pela tirania.

É sobre esse modelo político retrógrado que devemos convergir nossas atenções e juntar todas as nossas forças para derrotá-lo e destruí-lo; banindo-o, de uma vez para sempre, da vida do Clube. O desafio que nos aguarda – e que já se encontra em curso – é de uma ordem de grandeza tamanha que reduzi-lo à dimensão de um sentimento de ódio em nada removerá o Clube do buraco negro institucional em que se encontra. Em dezembro, o Santa Cruz precisará dar um salto político de mais de sete décadas. O que representará o fim das oligarquias, dos desmandos políticos, e, em especial, da República Velha no Arruda.

Não obstante o fato de que o referido ódio personificado possa ser compreendido ou se justifique, não creio que uma ação política de caráter eficaz deva ser balizada pelos sentimentos: já que tão ruim quanto odiar excessivamente alguém é vir a amar quem quer que seja em demasia. A rejeição e o ódio poderão ceder lugar, num outro momento, ao amor e ao endeusamento. Estará aberto, então, o caminho para a entrada em cena de mais um salvador da pátria ou messias de meia tigela. E assim a tragédia política não chegará ao seu termo.

Tanto num caso quanto no outro, quer seja no amor incondicional ou no ódio desmedido, estaremos apenas dando evasão tão apenas aos nossos sentimentos. Tal prática, que é de natureza muito mais psicológica do que de caráter propriamente político, jamais conseguirá instituir no Clube a política institucional que o Santa Cruz tanto necessita; de natureza e caráter impessoal. Para além dos atores políticos e específicos em cena. E para além do amor e do ódio que tende a nos dominar em situações de crise. No embate político presentemente travado, substituir a frieza de análise que a razão política exige pelo puro jorro da emoção incontida é legitimar o triunfo do fracasso.

25 Comentários

  1. Anizio Silva
    1

    Bom texto, e que se alinha com o que tenho defendido.

    “Não precisamos de salvadores da pátria, e sim de renovação, de transparência, de um novo modelo de gestão.”

  2. André Tricolor Virtual
    2

    *** Parabéns pelo texto “Sylvio Ferreira”

    Faltam 6 meses para o fim do mandato do ‘edinho’ e que seja enterrado ‘esse’ tipo de Gestão que tem deixado nosso clube em RUÍNAS!

    >>> VIVA SANTINHA !!!!

  3. Joãozinho
    3

    oxi!!! escreveu tanto pra dizer tão pouco.

  4. É importante, com estas palavras, que tudo isto que foi dito seja posto em prática. Portanto já é hora dos grupos de oposição que vão formar a chapa unificada que se inicie o debate para a construção da plataforma política e dos projetos para o clube. Peguem um dia lá no auditório do ETC e convoquem a torcida tricolor. É destes debates que será possível verificar quais os nomes mais indicados para compor a chapa. Inclusive vendo o que já pode ser engatilhado e feito mesmo ainda estando fora do clube.

  5. Henrique Maciel
    5

    Não vejo a hora de Edinho sair do nosso clube.
    Admiro o denodo do Sylvio Ferreira.
    Mas que estamos numa sinuca de bico, isso estamos.
    Alardearam agora a pouco nas rádios que o “pseud0” candidato da nossa oposição não pode ser candidato, visto que , não é Conselheiro Efetivo.
    Porra, quanto amadorismo!!
    Ou seria uma perua dos caras lá de dentro?

  6. Paulo Aguiar
    6

    Muito bom, Sylvio.

    É um grande passo de amadurecimento que a torcida coral terá que passar para atingir este estágio que você defende em seu texto.

    Acho que ainda estamos longe, mas, sem dúvida, nós devemos “transmitir” este pensamento.

    Acho que estamos nos livrandos da figura de um ¨salvador da pátria” pois o fardo que este salvador carregará é muito pesado; mas, ainda não nos livramos do “ódio”, da “revolta”… o que leva também a atos falhos.

  7. Geraldo Tricolor da Iputinga
    7

    Desde quando tem que ser conselheiro para ser candidato ? Quer dizer então que os inúmeros sócios do clube jamais poderão se candidatar?

  8. Joãozinho
    8

    e edinho era conselheiro?

  9. Almir, Tricolor distante...
    9

    Ou o Santa Cruz vende a marca e vira empresa ou abre concordata na próxima temporada se não ascender à Série B, fato consumado.

    Seria interessante o assassinato em massa da atual diretoria para que novas mentes possam se apoderar do clube e reformular todo o estatuto, caso contrário poderíamos pedir socorro a Roman Abramovich ou o tailandês dono do Manchester City, outra opção seria o Rivaldo dar uma força investindo no clube.

  10. Jesaias Paixão
    10

    porra até que eu concordo com isso, mas tem um porém eu tenho apenas 19 anos e amo este clube como nunca amei alguém na minha vida anão ser minha familia eu concordo com tudo que ele disse ta certo que edinho errou mas agora não é hora de falar mas nada e sim ajudar o nosso time porra eu garanto que não vai ser este time que vai subir para serie B e sim torcida quem vai levar porra vamo vamos

    ja estou cansado de sofrer desde do dia em que eu nasci so apenas vi meu time ser campeão duas vezes isto e´pouco então não adianta fazer mas nada a não ser ajudar

    eu moro a duas horas da capital e so não vou para a paraiba poruqe não da mesmo mas ja estou certo de ir para o segundo jogo !!!!!!!!!!

    saudadções tricolores!!!!!!!!

  11. Anderson Seabra
    11

    Você quer que o Santa participe do rateio dos 65% ou dos 25%?

    PORQUE JOGAR ?

    Nos dois primeiros anos de funcionamengo da TIMEMANIA, será formado um ranking de apostas no time do coração, que balizará os valores referentes aos rateios mensais.

    Cada clube fara jus a valores de acordo com a sua colocação nesse ranking.

    Como não havia ranking formado, a CEF decidiu distribuir os valores com os clubes até o final de 2009 de acordo com a série qem que eles estão incluidos. Como o CEARÁ disputa atualmente a série B, nos dois primeiros anos ele fará jus a uma parte menor do bolo.

    COMO SERÁ RATEADO O DINHEIRO ?

    A partir de 2010, os valores arrecadados pela TIMEMANIA serão distribuidos da seguinte forma:
    Previsão de arrecadação anual: R$ 500.000.000,00

    Parte destinada aos clubes(22%) R$ 110.000.000,00
    Rateio do 1º ao 20ºdo ranking (65%) R$71.500.000,00
    Valor para cada um dos 20 clubes R$ 3.575,000,00
    Rateio mensal por clube R$ 297.917,00
    Rateio do 21ºao 40º do Ranking (25%) R$ 27.500.000,00
    Valor para cada um dos 20 clubes R$ 1.375.000,00
    Rateio mensal por clube R$ 114.583,33

    Obs.: Os 10% restantes serão distribuidos entre os demais clubes das séries “C” e “D”. Um fato vem preocupando os gestores alvinegros. É a colocação atual do CEARÁ no ranking que está sendo formado. Veja a como estamos neste momento.

    POSIÇÃO ATUAL DO CEARÁ NO RANKING EM 16/06/2008:

    Posição..Clube………….Nº Apostas…..Diferença..
    20º……..Santa Cruz……286.463……..16.145
    21º……..Coritiba……… .285.337……..14.764
    22º……..CEARÁ………….270.318

    Precisamos reagir imediatamente e nos colocarmos entre os vinte primeiros deste ranking. Depois é só tratar de manter. Vale a pena lembrar que na última grande pesquisa nacional de torcida por clube, o CEARÁ estava em 14º lugar no Brasil. Dá para ver que está fácil reagir.

    Semanalmente nós vamos atualizar as posições e voce confere no nosso site oficial, http://www.cearasc.com. Vale ressaltar que após a liqüidação dos débitos para com o governo federal, os valores provenientes da TIMEMANIA poderão ser destinados a melhorias no patrimônio do clube. Pode estar aí o sonho da construção do nosso CT. Unidos seremos imbatíveis. Participe da nossa campanha.

    Agência Ceará Sporting

  12. Anderson Seabra
    12

    Próxima gestão: avançar 20 anos em 2.

  13. Almir, Tricolor distante...
    13

    Para ajudar o Santa Cruz não precisa nem de muito dinheiro, senão vejamos, com apenas R$ 5,00 por mês dá para fazer com que as finanças do clube se equilibrem.

    – R$ 4,00 Timemania (2 apostas por mês);
    – R$ 1,00 Conta de luz.

    Se pelo menos 1/3 da torcida fizesse essa contribuição mensal ao clube, as coisas já ficariam mais claras para a próxima gestão do Fred Arruda.

    OBS: R$ 20,00 preço do ingresso para a Série C é muito salgado, vamos protestar, os rivais da capital cobram esse preço pela Série A, não podemos engolir esse disparate.

  14. Torcedor Coral Distante
    14

    Boa noite, Torcida Coral

    Prof. Sylvio Ferreira, parabéns pelo texto! Seu texto mostra que será preciso muito equilíbrio emocional para os próximos dirigentes do Santa Cruz.
    É preciso saber dosar bem os sentimentos para que não se vá de um extremo a outro sem saber quando e como voltar ao equilíbrio necessário para não chocar a nau santacruzense contra os icebergs do mundo do futebol.
    Segundo a minha modesta opinião, algo que precisa ser feito será, sem dúvida alguma, ouvir a Torcida Coral!!!
    Aqui no blog Torcedor Coral e no Blog do Santinha, muitos Torcedores Corais têm dado sua contribuição com idéias que podem tirar o Clube das Multidões dessa situação em que se encontra.
    O Maior Patrocinador do Mais Querido tem que ser o seu Torcedor Coral, por isso, os próximos dirigentes não podem abrir mão de um público de mais de Três milhões de pessoas ávidas para ajudar e consumir tudo que se refira ao Terror do Nordeste.
    Tenho certeza absoluta, desculpem a falta de modéstia, que nenhum outro clube de futebol, na face da terra, ainda estaria vivo se passasse por 30 anos de atraso promovido pelos seus próprios dirigentes, como o Santa Cruz Futebol tem passado.
    Até hoje o Santa Cruz Futebol Clube tem sobrevivido graças ao Amor que a sua Torcida tem passado de geração a geração, de pai para filho, até os dias de hoje!!!
    Nenhum outro clube de futebol no mundo tem uma torcida como a nossa!!!
    Que os próximos dirigentes do Santa Cruz não se esqueçam disso!!
    Saudações Corais.
    Torcedor Coral Distante, mas sempre presente.

  15. Sylvio Ferreira
    15

    Meus caros,

    A situação do Santa Cruz é calamitosa. Mas o Clube é inteiramente viável. O que está acontecendo com O Mais Querido é o triunfo da burrice sobre a inteligência, do descaso sobre o respeito à Institução Coral. Contudo, haveremos de dar a volta por cima e restabelecer os termos exatos da equação que se fazem necessários e que se encontram invertidos. É chegada a hora de pormos fim ao triunfo do fracasso! Idéias e sugestões exiqüiveis para que venhamos a colocar o Clube nos eixos são o que não faltam. Tanto nese Blog quanto no do Santinha, elas jorram aos borbotões. Noutros espaços, idem. Um Clube que dispõe de uma torcida com uma sinergia como a nossa jamais terá fim. Malgrado o que têm feito os seus dirigentes, no sentido contrário. Mas para obtermos êxito nos nossos propósitos de soerguer o Clube, faz-se necessário que ultrapassemos o chamado niilismo reativo, já que o mesmo se revela politicamente estéril. Para que isso aconteça, precisaremos amadurecer bastante, politicamente falando. Embora, de uns tempos para cá, já haja um processo em curso nesse sentido. Que esse processo seja cada vez mais adensado, são os meus votos. E também os meus esforços. Continuemos fazendo por onde concretizar os nossos anseios, portanto. O Santa Cruz mais do que merece. Saudações corais!

  16. Sylvio,

    Surgiram comentários ao longo da semana, dando informações sobre uma chapa da oposição assim formada:

    Fernando Veloso – Presidente
    Osmundo – Vice-Presidente
    Sylvio Ferreira – Presidente do Conselho
    Fred Arruda – Presidente da Comissão Patrimonial

    Gostaria de saber se é verdade a formação desta chapa.

    Saudações corais,

    Dimas Lins

  17. Sylvio Ferreira
    17

    Caro Dimas,

    É verdade, sim. Saudações corais!

  18. Joãozinho
    18

    exequível, borbotões, sinergia, malgrado, niilismo reativo.

    alguém sabe o que é isso?

    EU TE AMO MEU SANTINHA.

  19. Adriano Lucena
    19

    Sylvio Ferreira,

    O texto é belo; a composição da chapa da oposição é de verdadeiros tricolores, mas a forma de compor os nomes antes do projeto e, sem o amplo conhecimento de todos nós, é no mínimo um começo com métodos não muito diferente dos atuais, e os quais não concordamos.
    Saudações eternamente Santa Cruz!

  20. Sylvio Ferreira
    20

    Caro Adriano,

    Ontem, algumas observações da mesma natureza que a sua foram feitas no Blog do Santinha. No citado Blog, tentei esclarecer o que se sucedeu. Esclarecer, não justificar. Caso lhe seja possível, consulte a interlocução lá estabelecida. De antemão, quero dizer que considero pertinentes os comentários tecidos; no que diz respeito ao assunto em pauta. Saudações corais!

  21. Adriano Lucena
    21

    Prezado Sylvio Ferreira,

    Reporto-me para afirmar-lhe que li os comentários e sua resposta a respeito do assunto em tela no blogdosantinha. Porém, registro que não há da minha parte restrição a nenhum nome apresentado, todos são verdadeiros Santacruzenses, capacitados e bem intencionados. Mas, a discussão levantada por mim é a maneira da construção da chapa, onde os nomes vem antes do projeto.

    Gostaria de registrar que esse debate colocado por mim e por outros Santacruzenses, deveria ser desnecessário, pois devemos unir todas as nossas forças para o bom combate que é o ressurgimento do Santa Cruz com métodos e condutas: democrata, transparente, ética.

    Saudações eternamente Santa Cruz!

  22. adams matos
    22

    sugiro ao Prezado Sylvio Ferreira que disponha na net(pode ser em um site proprio) um material-projeto de gestão, que torne publico as diretrizes adotadas para o nosso QUERIDO SANTA CRUZ FUTEBOL CLUBE.
    e por favor pensem no ARRUDÃO, afinal ele é nosso maior orgulho.

    Saudações corais!

  23. Pátio da Santa Cruz cobra investimento
    Publicado em 29.06.2008

    Igreja fechou há um ano por falta de manutenção e o largo, onde antes havia um cruzeiro, virou um posto de gasolina improvisado. O casario no entorno do pátio também necessita de restauração

    Cleide Alves

    cleide@jc.com.br

    A igreja modesta, o casario com fachada antiga e as ruas estreitas no entorno do Pátio da Santa Cruz anunciam a herança histórica da Boa Vista, no Centro do Recife. Todavia, a elegância de origem desse trecho do bairro é minada pela decadência das edificações, com suas paredes descascadas, desbotadas e malcuidadas. “O pátio se acabou”, repetem moradores e comerciantes da área. Maior prova do abandono é a Igreja da Santa Cruz, fechada há um ano pela Confraria de Santana, por causa de avarias no forro e teto.

    Sem recursos para executar as obras, as atividades tiveram de ser transferidas para o Convento da Rua da Glória, nas proximidades. “O padre conseguiu doação de R$ 35 mil na Alemanha, para recuperar o telhado. Iniciamos o serviço há 15 dias, mas o custo total é R$ 70 mil”, diz o presidente da confraria e da Comissão Administrativa da Igreja da Santa Cruz, Hermógenes Araújo. O dinheiro arrecadado com coleta e doação é insuficiente para a conservação do imóvel.

    Hermógenes Araújo realiza bazar aos sábados, para arrecadar recursos. Também promoveu bingos e passou livro de ouro entre comerciantes do bairro. Além de substituir madeira e telha, ainda falta restaurar o altar-mor e imagens de santos, consertar um pedaço de madeira do púlpito, fazer dedetização, pintar portas e paredes. “Cobramos anuidade de R$ 30 pelos ossuários, mas isso não paga as despesas.”

    A construção da igreja teve início em 1716 e até 1821 havia um cruzeiro de pedra no pátio, que foi demolido. “Agora tem uma bomba de gasolina no lugar”, informa Hermógenes Araújo. Pátio na frente de igreja é uma herança medieval, incorporada ao urbanismo português nos trópicos, de acordo com o arquiteto José Luiz Mota Menezes, especialista em evolução urbana.

    “São espaços de convivência dos templos religiosos, usados em festas e saídas de procissões”, afirma o arquiteto. No Pátio da Santa Cruz eram realizadas as festas de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e de Nossa Senhora de Santana. “Quando cheguei ao bairro, em 1952, eram colocadas barracas e brinquedos nos dias de festa”, recorda Hermógenes Araújo.

    INCENTIVO

    Ana Maria Amorim, uma das sócias da Padaria Santa Cruz, por trás da igreja, lamenta a penúria dos imóveis. “Apesar de ser uma área de preservação histórica da prefeitura, as iniciativas para melhoria das casas esbarram no setor de patrimônio. Não temos apoio, nem estímulo. Para restaurar uma casa, o proprietário enfrenta uma burocracia terrível”, destaca.

    A comerciante chama a atenção para a quantidade de casas com portas e janelas tapadas com cimento. “No começo eram residências, depois viram pequenos comércios e quando a atividade não dá certo os donos fecham os imóveis. Ficamos tristes de ver o patrimônio histórico, com valor arquitetônico inegável, se acabando”, destaca.

    Outro comerciante da área, que se identificou apenas como Gomes, acrescenta que os imóveis do lugar são particulares e caberia a cada proprietário cuidar da sua casa. “Porém, os ocupantes são pobres e sem condições de manter os prédios bonitos”, afirma. “Se houvesse uma linha de financiamento que coubesse no meu bolso, com certeza faria o empréstimo para recuperar minha casa.”

    Segundo ele, o valor comercial dos imóveis cai a cada dia. “Nenhuma edificação alcança o preço avaliado pela prefeitura no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). Se uma casa for avaliada por R$ 60 mil, o dono venderia por R$ 25 mil. Por isso, preferem alugar e os imóveis são ocupados com coisas insignificantes, como depósitos. O Pátio da Santa Cruz está tão escondido que virou o sovaco da Boa Vista.”

    Na Rua Velha, um casarão desabou sobre pensões e um armazém de construção no dia 27 de junho de 2006. Sete pessoas morreram e oito ficaram feridas. Até hoje os imóveis continuam vazios. Sobraram apenas fachadas.

  24. As nossas raízes também estão acabando…

  25. Wilton Monteiro
    25

    Caraca, hoje quase infarto com o eterno desrespeito dessa imprensa nojenta para com nós, torcedores corais.
    Não transmitirem a nossa partida,sendo às 15:00h e não tendo concorrência com as outras desgraças, foi de arrombar!
    Numa ânsia enviei alguns msgs para os amigos e um deles respondeu que ninguém iria respeitar uma equipe que tem um presidente desses.
    Mas a merda, perdoem os termos, é que estão desrespeitando três milhões de torcedores.
    Estão menosprezando uma massa consumidora fortíssima que é a nossa torcida.
    Não importa quem nos dirige, não importa em que divisão estamos, somos TORCEDORES CORAIS e merecemos RESPEITO.
    Em tempos atrás, e com dirigentes com SANGUE no OLHO, no mínimo, exigiriam ATENÇÃO por parte dessa CORJA IMUNDA, onde poucas exceções salvam-se, para com o nossa SANTA CRUZ.
    Não quero ser leviano, creio que tb precisamos saber se o estádio de Carpina tem condiçoes de transmissão, caso contrário, devemos REAGIR.
    Vamos por o bloco na rua.
    Num estouro hoje à tarde, até sugeri que se proibisse uma “possível” transmissão na quarta, pelo descaso de hoje.
    Quero saber dos amigos o que acham sobre um PROTESTO na quarta contra essa IMPRENSA sebosa ?????
    Se quiserem uma cota para FAIXAS, PANFLETOS e etc, TÔ DENTRO!
    VAMOS COBRAR RESPEITO AO CLUBE, SUA TRADIÇÃO E PRINCIPALMENTE,SUA TORCIDA.

    O SANTA CRUZ MERECE RESPEITO!!

Regras de moderação do Torcedor Coral
O Torcedor Coral não se responsabiliza pelas opiniões de seus leitores, mas se reserva ao direitor de excluir, sem aviso prévio, os comentários que:
1. Façam acusações sem provas;
2. Configurem qualquer tipo de crime, de acordo com as leis do país;
3. Contenham ofensas pessoais a quem quer que seja, mesmo que o ofendido seja reconhecidamente um canalha;
4. Defendam ou enalteçam o LEF, pois nós somos liberais, mas nem tanto assim;
5. Utilizem e-mails falsos ou inexistentes;
6. Tenham características de chat ou bate-papo;
7. Copiem textos publicados em outros espaços virtuais, ao invés de publicarem os links das matérias originais.
8. Publiquem sistematicamente os mesmos comentários, repetições de ideias ou opiniões;
9. Publiquem comentários com prevalência em caixa alta, que é o mesmo que gritar na internet;
10. Manifestem intolerância à liberdade de opinião;
11. Tenham características de perseguição a outros leitores;
12. Manifestem, implícita ou explicitamente, mensagens eleitorais, tanto de candidatos a cargos no clube, quanto de partidos políticos;
13. Contenham mensagens abusivas, desagradáveis, ostensivas, cansativas e que não se utilizem de bom senso.

Algumas palavras estão programadas para cair automaticamente na moderação de modo a facilitar o cumprimento das regras. Assim, seu comentário será liberado o mais rápido possível, se for constatado que não houve violação.

O sistema anti-spam do Torcedor Coral, utilizado para evitar malwares ou vírus, ocasionalmente poderá reter indevidamente um comentário legítimo. Também poderão ser retidos indevidamente os comentários que contenham dois ou mais links, pois são através deles que ocorrem ataques ao blog. Tão logo esses casos sejam identificados, os comentários serão liberados.

Lembre-se, o trabalho no Torcedor Coral é realizado de forma voluntária por cada um dos editores, cronistas, moderadores e colaboradores, já que todos atuam profissionalmente em outras áreas. Dessa forma, tenha paciência, caso seu comentário não seja liberado imediatamente.

Para comentar regularmente, o autor deve ter um comentário aprovado anteriormente no Torcedor Coral.

Os casos omissos serão definidos pelos editores do blog.

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *