Nem todos com a nota – Parte 1


Montagem do futuro estádio do Pituaçu

Inácio França (Publicação simultânea com o Blog do Santinha)

Em 2007, quando o Bahia e o Vitória disputavam, respectivamente, a série C e a série B do Campeonato Brasileiro, o governador do Bahia, Jaques Wágner, tentou impor uma condição para os clubes baianos receberem dinheiro público do programa equivalente ao nosso Todos com a Nota: só receberiam recursos referentes à troca de notas fiscais por ingressos aqueles clubes que realizassem eleições diretas para presidente.

Naquele momento, a idéia não vingou. Diante das resistências, o governo recuou, porém trouxe para o debate uma questão importante. Afinal, qual a razão de entregar dinheiro do povo para instituições sem transparências e comandadas por gente notoriamente incompetentes?

Depois da interdição do estádio da Fonte Nova, o governo iniciou a ampliação, reforma e modernização do Pituaçu, um pequeno estádio praticamente abandonado, instalado dentro de um parque. O início das obras coincidiu com o anúncio das condições que os clubes deveriam cumprir para mandar os jogos no novo estádio e para ter direito a participar da licitação que, em 2011, irá definir quem irá administrar o complexo esportivo do Pituaçu.

O governo não vacilou e determinou: se o Bahia, Vitória ou qualquer outro clube baiano sonharem com a possibilidade mandarem suas partidas no estádio novinho em folha, terão de mudar seus estatutos. Só terá direito a usar as instalações públicas o clube que tiver eleições diretas e transparências nas contas.

A chiadeira foi geral. Acostumados com a complacência das autoridades com sua própria incompetência e desonestidade, os cartolas baianos não gostaram da idéia. Mas, dessa vez, a pressão foi inútil.

Torcedores e oposição do Bahia se mobilizaram e as regras do jogo vão mudar (leia abaixo a decisão resultante de um acordo entre diretoria, torcidas organizadas e oposição).

Em 2011, as eleições para a diretoria executiva, presidência e vice do clube serão diretas, com o voto de todos os sócios. O Conselho Deliberativo será composto proporcionalmente à quantidade de votos das chapas concorrentes. Ou seja, a chapa que tiver, por exemplo, 60% dos votos, terá direito a 60% dos conselheiros e assim por diante.

Durante as negociações, o blog Bahêa Minha Porra contribuiu para fazer pressão por meio de um abaixo assinado virtual, que foi entregue ao governador Jaques Wagner. Iniciativas como essa, fortaleceram a posição do governo, que não cedeu e manteve a proposta inicial.

Leia abaixo, a íntegra da nota oficial publicada na quinta-feira, 12 de julho, pela diretoria do Bahia em acordo com a oposição:

A Direção do Esporte Clube Bahia, se compromete a convocar Extraordinariamente o Conselho Deliberativo e Assembléia Geral Extraordinária, para apreciar proposta de alteração do Estatuto Social do Clube, na forma seguinte:

1. Serão eleitos simultaneamente, em chapa única, para compor a Diretoria Executiva, um Presidente e um Vice-Presidente;

2. As eleições para Presidente e Vice-Presidente, a serem realizadas em dezembro de 2008, serão na forma do estatuto em vigor (eleitos pelo Conselho Deliberativo) para o mandato de 03 (três) anos;

3. As eleições para os mesmos cargos, a partir de 2011, serão realizadas de forma direta (eleitos pelo voto dos sócios)

4. Os membros do Conselho Deliberativo, a serem eleitos a partir de janeiro de 2009, para mandato de 03 (três) anos, serão realizadas de forma proporcional à vontade de cada chapa inscrita, desde que obtenham o percentual mínimo de 20% (vinte por cento), na proporção da votação recebida;

5. O Título de Sócio Contribuinte será comercializado sem taxa de adesão “jóia” e terá inicialmente sua mensalidade fixada em R$ 20,00 (vinte reais);

6. Fica mantido em 01 (Um) ano a carência entre a data do ingresso no quadro social e a data das eleições para que os novos sócios possam exercer o direito de voto;

7. Será nomeado pela atual Direção do Clube, novo Vice-Presidente Social;

8. No novo site do Esporte Clube Bahia será disponibilizado o acesso ao Estatuto do Clube;

9. A Direção do Clube assegura uma cota de 1.000 (Um mil) ingressos em todos os jogos em que for mandante de campo, a título de meia entrada e de forma onerosa, para serem adquiridos pelas Torcidas Organizadas, na forma do rateio a ser definido com base na relação fornecida pelas mesmas.

Salvador (BA), 12 de junho de 2008.

Pelo Esporte Clube Bahia:

Petrônio Franca Barradas – Presidente

Marco Costa – Vice-Presidente Financeiro

Marcus Souza – Vice-Presidente Administrativo

Representantes da Oposição:

Ademir Ismerim – Conselheiro do Clube

Jorge Santana – Presidente da Bamor

Rosalvo Castro – Presidente da Povão

7 Comentários

  1. André Tricolor Virtual
    1

    *** Inácio,

    Muito boa a discussão referente ao texto! Infelizmente nosso clube vem sendo a algum tempo comandado por pessoas de caráter duvidoso, que jamais vão desejar expor seus erros e malefícios ao MAIS QUERIDO! Então a ‘tal transparência’ é uma utopia. Quem sabe se na próxima eleição possamos ter boas novidades e um futuro melhor pela frente!

    >>> VIVA SANTINHA !!!!

  2. Geraldo Tricolor da Iputinga
    2

    Vejo com satisfação que é um assunto que despertou o interesse de nossa comunidade pelo assunto. Vejo também com satisfação que os Blogs do Santinha e Torcedor Coral estão tomando um rumo muito bom. Amadurece cada vez mais esse movimento que busca a reestruturação do Santa Cruz, e que prosseguindo incessantemente dessa forma, poderá nos levar finalmente a uma eleição no final do ano de pessoas realmente com identidade com o clube e com respeito à sua história e ao seu maior patrimônio, a sua torcida, a nº 1.
    Muitos paradigmas terão que ser quebrados, muitas cabeças pensantes terão que ser juntadas, muito suor terá que ser derramado, muito esforço terá que ser desprendido, mas chegaremos lá. O Santa Cruz se levantará muito mais forte.
    Repito a feliz frase do coronel:
    O SANTA CRUZ É A MINHA PÁTRIA.

  3. Leonardo Jr.
    3

    Nos cabe agora pressionar também.

    Mudanças já! Transparência Já!

  4. Ola amigos, gostaria de saber se o Jogador PIá ainda está no Santa, já que por aqui ninguem comenta .

    abçs

  5. Angel,

    Piá saiu faz muito tempo. Quando ele esteve aqui, apareceu contra ele um processo judicial e ele acabou saindo. Juro que não lembro quando isso aconteceu, pois jogador ruim, esqueço rápido. Confesso que ele não deixou saudades.

    Saudações corais,

    Dimas Lins

  6. José Augusto
    6

    Sou aqui da Bahia, torcedor do também tricolor E. C. Bahia, gostaria de manifestar aqui a minha simpatia pelo glorioso Santa Cruz.

    Um abraço a todos e muito sucesso.

    Augusto.

  7. José Augusto,

    Fique com o nosso abraço, de tricolor para tricolor, e nosso respeito ao Bahia.

    Saudações corais,

    Dimas Lins

Regras de moderação do Torcedor Coral
O Torcedor Coral não se responsabiliza pelas opiniões de seus leitores, mas se reserva ao direitor de excluir, sem aviso prévio, os comentários que:
1. Façam acusações sem provas;
2. Configurem qualquer tipo de crime, de acordo com as leis do país;
3. Contenham ofensas pessoais a quem quer que seja, mesmo que o ofendido seja reconhecidamente um canalha;
4. Defendam ou enalteçam o LEF, pois nós somos liberais, mas nem tanto assim;
5. Utilizem e-mails falsos ou inexistentes;
6. Tenham características de chat ou bate-papo;
7. Copiem textos publicados em outros espaços virtuais, ao invés de publicarem os links das matérias originais.
8. Publiquem sistematicamente os mesmos comentários, repetições de ideias ou opiniões;
9. Publiquem comentários com prevalência em caixa alta, que é o mesmo que gritar na internet;
10. Manifestem intolerância à liberdade de opinião;
11. Tenham características de perseguição a outros leitores;
12. Manifestem, implícita ou explicitamente, mensagens eleitorais, tanto de candidatos a cargos no clube, quanto de partidos políticos;
13. Contenham mensagens abusivas, desagradáveis, ostensivas, cansativas e que não se utilizem de bom senso.

Algumas palavras estão programadas para cair automaticamente na moderação de modo a facilitar o cumprimento das regras. Assim, seu comentário será liberado o mais rápido possível, se for constatado que não houve violação.

O sistema anti-spam do Torcedor Coral, utilizado para evitar malwares ou vírus, ocasionalmente poderá reter indevidamente um comentário legítimo. Também poderão ser retidos indevidamente os comentários que contenham dois ou mais links, pois são através deles que ocorrem ataques ao blog. Tão logo esses casos sejam identificados, os comentários serão liberados.

Lembre-se, o trabalho no Torcedor Coral é realizado de forma voluntária por cada um dos editores, cronistas, moderadores e colaboradores, já que todos atuam profissionalmente em outras áreas. Dessa forma, tenha paciência, caso seu comentário não seja liberado imediatamente.

Para comentar regularmente, o autor deve ter um comentário aprovado anteriormente no Torcedor Coral.

Os casos omissos serão definidos pelos editores do blog.

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *