Realidade Alternativa

fanfiction-originais-realidade-alternativa-4962597-271220151940

Quando você imaginava que o pior do Santa Cruz em 2017 seria Vinícius Eutrópio e sua trupe, eis que somos surpreendidos. Afinal, estamos falando do Santa Cruz, clube que nos presenteia regularmente com excentricidades e desperdícios.

Mas do que estou falando? Da comissão patrimonial, que no decorrer de uma crise financeira no país, e do clube como um todo, resolve investir mais de 100 mil (!!!!) reais num estúdio de rádio e TV no Arruda. É um descalabro tão grande e tão sem propósito que parece mentira. Mas é verdade. Com o estádio caindo aos pedaços e um centro de treinamento que deveria ser a principal prioridade do clube a décadas, temos agora um estúdio novinho. Se listarmos 50 prioridades dentro das repúblicas independentes do Arruda, um estúdio de rádio e TV não estaria entre elas. Esse é o tipo de gestão que explica muito bem o fato de estarmos no atual atraso do clube.

Esse “investimento” escancara outra coisa dentro do Arruda. Os três poderes não se conversam. Pior ainda: Parecem ser adversários. O Administrativo vem sofrendo para honrar compromissos e atrasos salariais são uma constante. O futebol não anda bem. Quase tudo dando errado. E o que a comissão patrimonial faz? Esbanja dinheiro e gastanças, quase como para mostrar que “do lado de lá”não há crise. E o conselho deliberativo, onde está? Existe algum conselho fiscal no Santa Cruz ou os poderes podem fazer o que quiserem com o DINHEIRO DO CLUBE E DA TORCIDA e ficar por isso mesmo? Será que esse dinheiro não deveria ter sido todo colocado no CT? Num mundo onde os poderes conversassem e se ajudassem, não poderia ter sido emprestado ao Administrativo para quitar folha dos funcionários do próprio clube?

Com que moral a comissão patrimonial vai vir pedir ajuda da torcida para a construção do CT? Recursos desperdiçados não voltam atrás, especialmente na escassez atual do Santa Cruz. Se vamos investir, precisa ser em algo que dê retorno ao clube ou conforto a torcida. Não podemos mais nos submeter a caprichos individuais e projetos sem sentido que nos afastam ainda mais de um futuro promissor.

E enquanto somos penalizados por divisões e vaidades da cúpula do clube a âncora do atraso nos mantém inertes, presos no século passado, perdendo a correnteza e as oportunidades que poderiam surgir para uma melhora a longo prazo. Enquanto houver uma queda de braço entre os poderes, quem se quebra é o Santa Cruz Futebol Clube. E vai ficando cada vez mais difícil de se juntar os cacos.

3 Comentários

  1. Artur Perrusi
    1

    Isso. Justo. Aliás, tem mais piaba nessa rede. A patrimonial é uma caixa-preta que não tem muito mistério: só tem gano, langanho e sapuril lá dentro.

    Por outro lado, fui chamado para fazer um programa sobre numerologia e futebol na TV da Patrimonial. Como o assunto é importante, aceitarei o convite, claro.

  2. André Tricolor Virtual
    2

    lamentável mesmo!

    Que bom seria que esses homens de bem que habitam no Arruda priorizassem a construção de uma nave espacial e fossem direto pro mundo da lua e nunca mais voltassem!

  3. marcelo almeida
    3

    Acho que essa divisão ou independência entre a Patrimonial e o Futebol se dá para proteger o Clube de ter seu patrimônio dilapidado para pagar as eventuais sandices dos diretores de futebol para montar os times…O elo desses dois setores deveria ser os conselhos Deliberativo e Fiscal…Isso se chama interdependência dos poderes, modelo de freios e contra pesos etc etc…No Santa Cruz parece que cada desses setores que citei: Patrimonial, Futebol, Conselhos, são feudos de senhores medievais, separados um dos outros por fossos de monstros e crocodilos…

Regras de moderação do Torcedor Coral
O Torcedor Coral não se responsabiliza pelas opiniões de seus leitores, mas se reserva ao direitor de excluir, sem aviso prévio, os comentários que:
1. Façam acusações sem provas;
2. Configurem qualquer tipo de crime, de acordo com as leis do país;
3. Contenham ofensas pessoais a quem quer que seja, mesmo que o ofendido seja reconhecidamente um canalha;
4. Defendam ou enalteçam o LEF, pois nós somos liberais, mas nem tanto assim;
5. Utilizem e-mails falsos ou inexistentes;
6. Tenham características de chat ou bate-papo;
7. Copiem textos publicados em outros espaços virtuais, ao invés de publicarem os links das matérias originais.
8. Publiquem sistematicamente os mesmos comentários, repetições de ideias ou opiniões;
9. Publiquem comentários com prevalência em caixa alta, que é o mesmo que gritar na internet;
10. Manifestem intolerância à liberdade de opinião;
11. Tenham características de perseguição a outros leitores;
12. Manifestem, implícita ou explicitamente, mensagens eleitorais, tanto de candidatos a cargos no clube, quanto de partidos políticos;
13. Contenham mensagens abusivas, desagradáveis, ostensivas, cansativas e que não se utilizem de bom senso.

Algumas palavras estão programadas para cair automaticamente na moderação de modo a facilitar o cumprimento das regras. Assim, seu comentário será liberado o mais rápido possível, se for constatado que não houve violação.

O sistema anti-spam do Torcedor Coral, utilizado para evitar malwares ou vírus, ocasionalmente poderá reter indevidamente um comentário legítimo. Também poderão ser retidos indevidamente os comentários que contenham dois ou mais links, pois são através deles que ocorrem ataques ao blog. Tão logo esses casos sejam identificados, os comentários serão liberados.

Lembre-se, o trabalho no Torcedor Coral é realizado de forma voluntária por cada um dos editores, cronistas, moderadores e colaboradores, já que todos atuam profissionalmente em outras áreas. Dessa forma, tenha paciência, caso seu comentário não seja liberado imediatamente.

Para comentar regularmente, o autor deve ter um comentário aprovado anteriormente no Torcedor Coral.

Os casos omissos serão definidos pelos editores do blog.

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *