Quase um ano depois

relogio.jpg

 Foi no dia 26 de Fevereiro de 2007, que tinha se visto pela última vez um técnico, um treinador, um cara preparado para ocupar o posto de comandante de um elenco nas repúblicas independentes do Arruda. Nessa data, o vitorioso Givanildo Oliveira pede demissão depois de péssima campanha do clube durante o Campeonato Pernambucano. Durante todo esse tempo, o cargo não ficou desocupado, mas antes tivesse permanecido vago…

Primeiro assumiu um Preparador Físico. Um estudioso, diziam a época… Um rapaz com muita fé, dizem, de excelente índole (digo dizem, pois não o conheço…), mas que na prática não conseguiu dominar o elenco, nem organizá-lo, nem nada. Um fracasso redundante. Vendo o fracasso do Preparador Físico e não entendendo como isso ocorria, o “expert” do futebol (também conhecido como diminutivo) optou em contratar alguém (imaginava ele) com a sua perspicácia e entendimento extra-sensorial de Futebol. Contratou um Cientista! Tudo bem que ele não era formado.  Só tinha um curso técnico por correspondência, mas mesmo assim se considerava um cientista e estudioso das técnicas do futebol. Dizem, que pretendia fazer um curso na NASA, para entender os efeitos da Lua na prática do Futebol, mas recusou para sentar no banco de reservas do Santa Cruz. E o Cientista tentou revolucionar, inventar, mexeu errado, montou errado, fez de tudo para mostrar ao mundo uma nova descoberta! Mas no fim das contas, apresentou a mesma que conhece tão bem: fracasso.

Depois de apostar num preparador físico e num cientista, o que mais o diminutivo poderia fazer? Procurando respostas, estava o mesmo na sede do clube, como que esperando por um sinal miraculoso, quando passa na calçada um Zé.

“É isso!” – Exclamou o diminutivo.

“O Zé tem boa lábia, conhece todo mundo aqui no clube e já tem experiência nesse negócio, afinal, já treinou o Alecrim e o Unibol!”.

O Zé, gente boa, ficou com os olhos arregalados com a oportunidade. Deveria ter recusado, pra não manchar o nome dele e do clube. Mas não…Não o Zé que conhecemos. Foram várias e várias pérolas e frases de efeito num curto período. E todo mundo sabe que isso não é suficiente. E lá se foi o Zé.

Dizem que os citados acima não tinham um bom elenco, jogadores de qualidade para realizar um bom trabalho. Os jogadores que passaram também poderiam dizer o mesmo, já que não havia quem os treinasse e orientasse.

Quase um ano depois, o diminutivo percebe que deve tentar arriscar novamente com um treinador. Afinal, eles devem saber alguma coisa. E assim foi contratado Fito Neves. É o nome ideal? Não sei. Pode fazer diferença? Claro! Pra quem não tinha nada e agora tem algum, já é uma evolução e afinal, é o único cara do ramo que passa pelo Arruda em quase um ano.

20 Comentários

  1. Pois é, Leonardo.

    Não sabemos se é o nome ideal, mas é um técnico de futebol.

    Na desgraça que foi o ano de 2006 ele foi o responsável pelo lançamento de Leandro, Hugo e Jairo.

    Agora, não teve dúvidas em dar oportunidade a George, Gilberto e Felipe, todos dos juniores. Este último se destacou no coletivo e foi relacionado para o jogo de amanhã.

    Reconhecendo a ruindade dos nossos zagueiros, coisa da qual Bicudo nunca se deu conta,improvisou Leandro na posição, barrando o “cone” Josemar. É um risco, mas mostra que o treinador não está satisfeito e quer mais qualidade.

    Claro, ele aguarda reforços e deixou isso bem claro em entrevista, pois a utilização dos juniores é uma faca de dois gumes. São jogadores que têm potencial, mas ainda estão em formação, podendo se firmar ou ser torrados pela nossa torcida, já totalmente sem paciência depois de tantos insucessos.

    Pelo menos ele demonstra que está observando o material que tem à sua disposição e tentando filtrar o melhor para armar o time.

    Todos os que passaram pelo Arruda nesse período de um ano já tinham os nomes certos para escalar, independetemente da qualidade, e se limitaram a alternar sempre os mesmos nomes, ignorando o clamor da torcida.

    Parece que, além da presença do técnico, nota-se a ausência de pitacos do diminutivo, o que é outro ponto positivo.

    Infelizmente, o tempo é curto para ajeitar o time no pernambucano, até pela dificuldade nas contratações e levando em conta o tempo para regularizar os atletas, mas espero que tudo dê certo e formemos uma base para a série C, o campeonato que nos interessa.

  2. Almir Xavier da Silva
    2

    Fito Neves é do ramo, conhece bem o futebol.

    Ele nos conduziu ao título de 1995, só espero que ele não esteja ultrapassado nas idéias.

  3. André Tricolor Virtual
    3

    … Pois é “Leonardo Jr.”, percebemos o quanto custa DECISÕES IMPENSÁVEIS, ou se pensadas, feita de forma irresponsável e equivocada !! Sempre sofremos com cada fracasso e ainda recebemos a seguinte represália: …”ah, quem não erra … quem nunca pecou que atire a primeira pedra”… O problema tem sido CONTINUAR NO ERRO e correr o risco de AFUNDAR CADA VEZ MAIS O CLUBE ‘MAIS QUERIDO” das MULTIDÕES !!!

    E as pérolas, aff, é terrível ter que lembrar, chega a sr vergonhoso “os caras” falarem tanta BOBAGEM em tão pouco tempo e aí o “Zé” se reserva a falar: …”vamos ser campeões da “Tríplice Coroa” … ele só esqueceu de dizer quando e em qual CLUBE conquistaria ESSE FEITO !!!!

    Também sabemos que o problema do Santa Cruz não é apenas de jogadores ou treinadores …

    Abraços a Todos Tricolores Corais !!!

    >>> VIVA SANTINHA !!!!

  4. Muito bom! Excelente! Esse cronista manja muito! Show de bola!

  5. Paulo Aguiar
    5

    Léo,
    Fico até otimista quando leio este tipo de comentário seu, pois você é sempre bastante crítico.
    Enfim, observa-se uma luz no fim do tunel. Fito tem experiência (as vezes, até demais… querendo tirar vantagem dela).
    Vamos confiar.

    É o que pode nos restar de melhor até o fim de 2007.

    abraços!!!

  6. Fiel(+q)Fiel
    6

    Ducaldo!!! cone é lasca kkkkkkkk (josemar) que tal: playmobil >>> lembra de tua infância? eu amava aqueles brinquedos.rsrsrsrs

  7. Fiel(+q)Fiel
    7

    Nota 10,para seu comentário léo. Nós que amamos esse clube, sofremos muito com essa situação, mas, quem ama suporta tudo. Eu garanto, que jamais um de nós abandonaremos o santa cruz; muitos estão afastados do clube a mais de ano, esses gostam do clube, porém nós,não que somos sadomasoquistas, nada disso!!! longe disso!!! a questão , é que está se falando de amor. E amor ñ se encontra em qualquer esquina… um dos locais que se encontra esse amor, é logo ali: nas sociais, arquibancadas,geral, camarotes, etc enfim… no ARRUDÃO! QUER DIZER: NOSSA SEGUNDA CASA!!! SAUDAÇÕES TRICOLORES.

  8. Geraldo tricolor da Iputinga
    8

    Edinho está simplesmente demonstrando a cada dia que no mínimo, na área de futebol não entende nada. O trabalho com Fito que deveria ter sido continuado em 2007, foi interrompido na atual gestão, provocando um hiato danoso ao clube de mais de um ano. Demos estúpidamente um gigantesco passo para tras.

  9. tá no jornal do comércio, vejam o que silvio belém diz. õ seu silvio, e qual é a hora de protestar, quando o clube acabar?
    é cada uma…

    » ARRUDA II
    Torcida coral marca protesto na sede
    Publicado em 24.02.2008

    Antes do confronto desta tarde entre Santa Cruz e Ypiranga, um grupo de torcedores tricolores anônimos vai promover protesto na frente da sede social. O movimento não é direcionado especificamente a uma gestão, mas à situação pela qual vem passando o clube nos últimos anos.

    A idéia surgiu na seção de comentários do Blog do Santinha e se espalhou para outras páginas de relacionamento na internet, como o Orkut. Até torcedores de Brasília participaram da cota para bancar faixas e carro de som.

    A concentração será às 12h, no bar Amarelinho. “Não é um protesto por conta de resultados, não tem nada com esse time. Será um movimento contra a situação do clube, sem qualquer conotação política. Aliás, vamos impedir que grupos políticos se apossem da idéia”, explicou o tricolor Geraldo Lima.

    Na hora do jogo, porém, a ordem é entrar no estádio e torcer pela equipe. “Sou um democrata e, portanto, a favor da liberdade de expressão. Só acho que não é o momento apropriado para esse tipo de coisa. Todo mundo deveria se juntar para ajudar”, opinou o diretor de futebol Sylvio Belém.

  10. Léo,

    Parabéns pelo texto. Concordo com você, mas, infelizmente, chegou alguém do ramo quando é impossível contratar bons jogadores. Vamos terminar o Pernambucano a pulso.

  11. insatisfeito
    11

    espero que continuemos na primeira no ano que vem. Para isso, o Santa Cruz precisa ganhar do Central e nossos rivais precisam ganhar seus jogos – coisa que deve acontecer, porque é interessante para as pretensões deles próprios – a que ponto chegamos, poderemos passar ao hexagonal da vida, pela gentileza dada pelos nossos maiores rivais…

  12. insatisfeito
    12

    ah, agora falta outro profissional que faz 22 anos que não temos um: Presidente!

  13. Eduardo Ramos
    13

    Pois eh, amigo Dimas, diretamente de Boston, estou transmitindo meu abraco aos amigos e cidadaos das Republicas Independentes do Arruda.

    Mesmo distante, o amor pelo nosso Santinha nao permite que esquecamos da situacao imposta pelo ditador; confesso que nao tenho maior entusiasmo com Fito Neves, ainda que, eh disparadamente melhor que os arremedos contratados po esta incompetente diretoria.

    A falta de entusiasmo foi gerada por Fito ter aceito a demissao de jogadores sem o seu consentimento, alias, mais uma atitude autoritaria dessa diretoria. Deixaram Josemar, Genalvo e Nildo, representantes legitimos do desastre 2007. E entre eles, Nildo eh o pior, pois joga sem alma e sem vontade pelo Manto Sagrado Coral. Deixaram um parasita e demitiram Juninho.

    Em todos os jogos que fui no Arruda, e dos que vi na tv, o melhor momento do Santinha foi quando Juninho entrou contr o Vera Cruz, tendo feito um gol de falta. Depois daquele jogo, ele foi barrado mais uma vez, jogou 10 minutos em mais um jogo, e depois foi demitido, por aquela caricatura chamada de zeh do carmo.

    O texto vai sem til, cedilhas e acentos, pois o software daquei nao permite o uso dos mesmos.

    Saudacoes Corais.

    Eduardo Ramos

  14. Leonardo Jr.
    14

    Grande Eduardo!

    Tu falando de Boston e o Santinha na Bosta…

    Aproveita por aí! Vai as compras e as muambas! = )

    Grande abraço!

  15. insatisfeito
    15

    Eduardo, kd tu no protesto! Era fácil, pegava um aviãozinho daí e vinha até aqui e voltava, hehe
    abraços! Vamos ver se vc encontra o Santa Cruz na primeira do PE ainda!

  16. Milton Santos Jr.
    16

    Que situação essa. Festejar por termos Fito Neves no comando. De qualquer maneira é um avanço para quem passou um ano sem treinador, mas me preocupam as críticas que ele fez à contratação dos jogadores, porque, bem ou mal, a contratação de RIcardo Rocha me parecia um avanço. Parece que quer ganhar espaço e dar carta branca para treinador trazer atleta é perigosíssimo. MF trouxe um caminhão e dois bondes continuam aí até agora, Genalvo e Josemar (quem explica a renovação dessas duas pérolas?). Com Ricardo Rocha, pelo menos se descartam logo os que não vão bem. Jogador de treinador vai ficando, vai ficando, até que Edinho cria afeição pelos caras e renova, esse é o problema.

  17. O problema do santa é de muitas administrações.Primeiro tem que dar uma faxina geral na administração,usando inclusive “raticida” pois guabiru ,la dentro é que não falta..
    Se não for assim vai levar anos ,chorando e vendo o sport deitar e rolar.!

  18. Leo,

    Grande análise. Nosso problema agora é que, em terra de cego quem tem um olho é rei.

    Também não gosto de Fito, mas entre ele e um aluno da escolinha do professor Raimundo, fico com ele.

    Saudações corais,

    Dimas

  19. Leonardo Jr.
    19

    Ou seria escolinha do “Professor diminutivo”?

  20. Eduardo Ramos
    20

    A saida de Nildo pode ter um significado especial para todos que vistam o Manto Sagrado Coral; ou encarna a cara e o coracao do POVAO TRICOLOR, ou sai fora. A de Josemar nao era pra ter ocorrido…ele nao deveria ter sido contratado, e sem contratacao, nao haveria demissao.

    Li no JC On Line e no Blog do Santinha sobre os
    “encontros” no Bar Fernando’s. Se eu estivesse presente, falaria com todos que hoje apoiam o atual presidente. Somos adversarios na politica imposta pela atua gestao, mas, nao somos inimigos pessoais. O convivio educado e respeitoso faz parte da democracia.

    Dimas, a avisa a Arruda que o caldinho de feijao faria sucesso aqui em Boston, uma bela cidade mas sem o Santa Cruz, sem caldinho, sem arrumadinho de charque e sem a Sanfona Coral.

    Que hoje, venha a tao esperada vitoria contra o Fast.

    Saudacoes Corais!

Regras de moderação do Torcedor Coral
O Torcedor Coral não se responsabiliza pelas opiniões de seus leitores, mas se reserva ao direitor de excluir, sem aviso prévio, os comentários que:
1. Façam acusações sem provas;
2. Configurem qualquer tipo de crime, de acordo com as leis do país;
3. Contenham ofensas pessoais a quem quer que seja, mesmo que o ofendido seja reconhecidamente um canalha;
4. Defendam ou enalteçam o LEF, pois nós somos liberais, mas nem tanto assim;
5. Utilizem e-mails falsos ou inexistentes;
6. Tenham características de chat ou bate-papo;
7. Copiem textos publicados em outros espaços virtuais, ao invés de publicarem os links das matérias originais.
8. Publiquem sistematicamente os mesmos comentários, repetições de ideias ou opiniões;
9. Publiquem comentários com prevalência em caixa alta, que é o mesmo que gritar na internet;
10. Manifestem intolerância à liberdade de opinião;
11. Tenham características de perseguição a outros leitores;
12. Manifestem, implícita ou explicitamente, mensagens eleitorais, tanto de candidatos a cargos no clube, quanto de partidos políticos;
13. Contenham mensagens abusivas, desagradáveis, ostensivas, cansativas e que não se utilizem de bom senso.

Algumas palavras estão programadas para cair automaticamente na moderação de modo a facilitar o cumprimento das regras. Assim, seu comentário será liberado o mais rápido possível, se for constatado que não houve violação.

O sistema anti-spam do Torcedor Coral, utilizado para evitar malwares ou vírus, ocasionalmente poderá reter indevidamente um comentário legítimo. Também poderão ser retidos indevidamente os comentários que contenham dois ou mais links, pois são através deles que ocorrem ataques ao blog. Tão logo esses casos sejam identificados, os comentários serão liberados.

Lembre-se, o trabalho no Torcedor Coral é realizado de forma voluntária por cada um dos editores, cronistas, moderadores e colaboradores, já que todos atuam profissionalmente em outras áreas. Dessa forma, tenha paciência, caso seu comentário não seja liberado imediatamente.

Para comentar regularmente, o autor deve ter um comentário aprovado anteriormente no Torcedor Coral.

Os casos omissos serão definidos pelos editores do blog.

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *