Quanto vale o show?

Será nosso primeiro jogo em casa na famigerada série C. Mais uma vez, montamos um time meia-boca, formado às pressas e sem um critério definido para contratações. Nossa principal fonte de “reforços” foi o Treze. Já perdemos a primeira e precisamos nos recuperar de qualquer forma em casa. Precisamos do estádio cheio e a diretoria estipula o preço dos ingressos:

Arquibancada – R$ 20,00

Sócio, Geral e Estudante – R$ 10,00

Criança até 12 anos – R$ 5,00

Alguém está de brincadeira! Preços de série A, time de série C e Diretoria de série Z! Todo mundo está cansado de saber e conhecer que o poder aquisitivo da massa coral é o menor dentre os clubes da capital. O Programa “Cambistas com a Nota” ajuda, mas, por razões esdrúxulas, ficam na sua maioria na mão dos famigerados vendedores. Qual razão levaria a incompetente diretoria a definir esses preços? Me vem à cabeça duas possibilidades:

1) Eles sabem que o time é muito ruim, e querem garantir uma boa renda logo nas primeiras rodadas, tentando acumular algum caixa para o decorrer do ano. Já que o desastre é certo, tentam amenizar a situação financeira que virá. Alguns devem ter dinheiro lá dentro, então essa possibilidade é sinistra.

2) Eles sabem da paixão do torcedor coral. Sabem que a torcida fará qualquer esforço para ajudar o clube. Sabem que a torcida se sacrificará.

E já que a torcida está disposta a se sacrificar, por que não dar um tiro de misericórdia cobrando um ingresso caro? Eu nunca entendi a lógica desse tipo de estratégia de se cobrar um preço de ingresso caro. Não seria muito mais rentável ter 20 mil tricolores pagando R$ 5,00 do que 5 mil torcedores pagando R$ 20,00? Não seria mais gente se associando, consumindo nos bares, comprando na lojinha? Se fôssemos reclamar do preço dos ingressos aos tolinhos e a diretoria, logo responderiam:

– A situação do clube é difícil!

– A série C é um torneio deficitário!

– Estamos encontrando dificuldades em contratar!

E aí eu pergunto: Foi a torcida quem colocou o clube na série C? Eles realmente achavam que seria diferente? E mais uma vez querem que a torcida pague a conta da incompetência e do descaso. Até quando? Até quando, em nome do amor, da paixão pelo clube e pela sua história, a torcida pagará essa conta? Até quando vamos continuar aceitando todos os desmandos e “em nome do amor ao clube”, continuar apoiando e acreditando nas mesmas figuras que se alternam no poder a anos?

Alguém pode alertar que se a torcida não ajudar, o clube vai acabar. E eu pergunto: Já não está se acabando? O Santa Cruz Futebol Clube há muito tempo vive uma relação promíscua com a sua torcida. A torcida o ama, faz tudo pelo clube. E o Santa? É só interesse. É só exploração. Não existe contrapartida para aqueles que o amam. Os torcedores são humilhados do momento de chegada ao clube ao apito final do árbitro. Não temos estrutura, não temos conforto, não temos seriedade, não temos respeito. Somos tratados como gado nas filas da bilheteria, na entrada no estádio, nos “bares” dentro do estádio, na fuga das infiltrações e goteiras. O Clube não tem a menor preocupação em manter, cativar ou ampliar a sua base de sócios. O que interessa é que a torcida é fiel e se submete as piores condições, aos piores dirigentes para ajudar ao clube que tanto amam.

Até quando?

Não tenho a pretensão de, com esse texto, pedir a nossa torcida que não vá ao Arruda nessa Quarta. Nunca uma torcida deu tantas demonstrações de amor a um clube de futebol como a torcida do Santa Cruz Futebol Clube. Mais uma vez ela vai se fazer presente. Mais uma vez ela vai mostrar sua força. Mais uma vez ela vai gritar, vaiar, e empurrar o time na esperança de um bom resultado. Mais uma vez ela vai pagar um preço abusivo de ingresso, para ver um escrete que em nada faz jus a nossa história.  

História que vem sendo manchada, esquecida e mal-tratada no decorrer dos anos. E o que é mais grave: Com a conivência e apoio da torcida. Sim, com o apoio da gloriosa torcida coral. Afinal, quem paga as contas sempre?

Até quando?

14 Comentários

  1. A torcida sabe que estão matando o clube. Assim, todo mundo visita-o na UTI, na esperança de que, com a presença, o clube saia do coma financeiro, esportivo e administrativo. A diretoria sabe que o clube está morrendo e sabe que, quanto pior o estado de saúde, mais gente vai aparecer. Um dia, esse círculo patológico entre diretoria, que reproduz o coma do clube e a torcida, que presta solidariedade, tentando salvar o paciente, acabará de vez com a morte matada do Santinha.

    No enterro do clube, estarão todas as carpideiras: canalhas, tolinhos, cardeais e quejandos.

    Dezembro colocaremos uma diretoria que, com a torcida, tirará o clube do coma profundo.

  2. Fábio Belmino
    2

    Não tenho esperanças que em dezembro asuma alguma chapa que consiga ter compromisso institucional e não pessoal.

    Quato a diretoria pra mim eles estão mais para série “D” de diminutiva, “G” de gay, e “L” de… essa eu não posso dizer pq posso ser processado.

  3. Durante o “bode rouco 2008” a maioria do público no Arruda era formada pelo “todos com a nota” e uma parte razoável de sócios. Os arquibaldos sempre foram minoria, até mesmo em razão da campanha do time.

    Creio que a lógica da fixação desses preços absurdos tem um pouco das duas hipóteses aventadas por Leonardo, somadas a uma outra.

    Essa outra hipótese, que pode parecer absurda, é que, devido à interdição do anel superior há necessidade de garantir espaço para os “todos com a nota”.

    Então, o anel inferior fica quase totalmente para eles, reduz-se o espaço dos arquibaldos e aumenta-se o preço, pois em caso de ingresso mais barato não haveria lugar para os pagantes.

    Ao que parece, também haverá limitação no número de ingressos postos à venda, tanto para sócios como para arquibancadas.

    Se houvesse um mínimo de competência e interesse o anel superior teria sido liberado, pois suas condições são melhores do que as que eu vi lá no “amigão” e, tranquilamente, teríamos público recorde hoje.

    Vale lembrar que a interdição aconteceu por obra de órgãos locais, mais realistas do que o Rei, e não da CBF. Sequer tivemos representantes na reunião que resultou na interdição do anel superior, nem foi pedida uma revisão à CBF, coisa que o pessoal de Campina Grande providenciou.

    Lembram que houve ameaça de transferência da partida contra o Campinense e o “amigão só foi liberado em cima da hora? É por aí.

    Barbie e Coisa mandaram representantes à tal reunião, apresentaram um cronograma de obras, fizeram uma maquiagem e tiveram seus campinhos liberados. Duvido que tenha sido feita qualquer obra significativa por lá.

    Faltou interesse e sobrou inépcia por parte da nossa patrimonial (ela existe?). A desculpa da falta de dinheiro é esfarrapada, pois não há necessidade de nenhuma obra faraônica e, creio eu, que mesmo sem obra nenhuma haveria condições pelo menos de liberação parcial.

    Mas o próprio diminutivo, em mais uma das suas brilhantes falas soltou que, mesmo sem o anel superior, o Arruda é maior do que la bonequera e Ilha da fantasia.

    Traduzindo: Do jeito que está é suficiente para nós.

    E a gente sabe que não é. Pena que esse contador do blog não possa ser acelerado.

  4. Não quero nem pensar na possibilidade de eliminação precoce, embora ela exista.

    Isso deixaria o clube numa situação praticamente irreversível, com cinco meses de inatividade pela frente, trocentas rescisões contratuais, possibilidade de perder os jogadores revelados ou de negociá-los a preços irrisórios……..

    Nesse caso nossa missão não será reerguer o clube, mas, praticamente, fundar outro.

  5. Leo,

    Confesso que também não entendo a razão do preço dos ingressos. Aliás, entendo, até porque você clareou bem a questão.

    Se o Santa não melhorar, eles terão que baixar o valor dos ingressos, pois corre o risco de debandada. Botam o preço alto agora, enquanto pode. Esta lógica é perversa e, como diz o Lorde Leo, nós sempre pagamos a conta.

    Saudações corais,

    Dimas Lins

  6. Francisco (Campina Grande/PB)
    6

    CONCORDO QUE É UM PREÇO ABSURDO ESTES COBRADOS PELA DIRETORIA DO SANTA CRUZ. ACHO QUE COMO OS TIMES QUE PARTICIPAM DA SÉRIE-C NÃO SÃO ATRATIVOS A LEVAR GRANDE PÚBLICO AOS ESTÁDIOS, DEVERIA A DIRETORIA TRICOLOR SER UM POUCO CRIATIVA E COBRAR UM PREÇO ÚNICO DE R$ 5,00 EM QUALQUER PARTE DAS ARQUIBANCADAS. COM CERTEZA A MASSA TRICOLOR PRESTIGIARIA E O CLUBE GANHARIA DAS ARQUIBANCAS DO ARRUDA INCENTIVOS E FORÇAS PARA SAIR DA SÉRIE-C, OU ÚLTIMA DIVISÃO. EM PORTO ALEGRE O GRÂMIO FEZ ISSO NA SÉRIE-B E A TORCIDA DEU TOTAL APOIO PRESTIGIANDO. POR QUE EM RECIFE NÃO SE FAZ O MESMO? O CLUBE GANHARÁ MUITO MAIS SUBINDO PARA A SÉRIE-B.

  7. ATENÇÃO MANOEL VALENÇA

    Respondi seu email, mas ele voltou. Manda as fotos pra blogdosantinha@gmail.com !!!!

  8. Rodrigo Rocha
    8

    Este preço é Absurdo, vejamos o exemplo do nosso ” Vizinho ” , o Bahia teve o maior público na série C , no ano passado e dúvido que a diretoria Competente deles cobrou este precinho camarada.
    Estou Quase Acreditando Que Estes ” Diretores ” do Santa não conhecem a realidade da MAIOR TORCIDA DO NORDESTE, estou comerçando a acreditar que tem “COISA” infiltrada em nossa diretoria , por isto este preço, aí vai menos torcedores e ficamos com uma média muito abaixo do normal da nossa torcida…

  9. Luiz Ernane
    9

    Acabaram de anunciar a contartação de Marcelo Ramos, o qual eu admiro como atleta mas tenho um certo rancor por ter largado o time quando ainda tínhamos esperanças não cair à serie C.
    Porém é bom lembrar que ele estava relacionado para o último jogo do Atlético Paranaense contra o Santos e pode ser a solução para ajudar a elevar a moral de um time fraco e sem pegada.
    Talvez seja essa a motivação da elevação dos preços dos ingressos, que para mim não justifica.
    Abraços a todos os tricolores…

  10. Fábio Belmino
    10

    òtima partida contra o Central e excelente notícia de Marcelo Ramos.

    Porém acredito ter uma missão como torcedor responsável: apoiar o time independente de diretoria e acima de tudo sempre lembrar as pessoas toda a incompetência desta gestão, pois como o diminutivo disse “basta 3 vitórias e a torcida esquece tudo”.
    Então não esqueçamos as sucessivas humilhações, ontem no jogo foi mais uma prova do descaso com a torcida e o anúncio de Marcelo Ramos só evidencia 2 aspectos: a falta de planejamento, pois o atleta foi contratado e pode até não jogar dependendo dos resultados e principalmente essa contratação não passa de jogada político-eleitoreira já que sabemos que o diminutivo e o tolinho são comprometidos com o atraso tabém na política partidária.

  11. evandi.bezerra
    11

    Existem dirigentes que assumem as agremiações para dirigí-la de forma coesa, e existem outors que assumem para canalizar recursos para si, qual seria a que esta amuitos anos na frente do Santa Cruz. Amor ao clube ou amor ao que o clube lhe proporciona?

  12. Amigos,

    Nossa torcida está, mais uma vez, de parabéns. Das arquibancadas vieram um espetáculo à parte. E o time foi contagiado. E não era pra menos. Até porque muitos dos jogadores que estavam em campo não sabiam o que era jogar num clube de massa.

    A notícia da contratação de Marcelo Ramos foi boa. Neste aspecto, entendo que a diretoria acertou. A César o que é de César. E não foi possível contratá-lo antes, porque só agora ele foi dispensado do Atlético-PR.

    O time perdeu o meio-campo para a patativa no segundo tempo, mas jogou bola no primeiro. Neste aspecto, percebi uma melhora em relação ao jogo anterior, pois o Central não conseguiu jogar. E vi que ganharíamos a partida, mesmo sem a expulsão de um jogador adversário, pela vontade demonstrada pelos jogadores. Houve muitos erros, principalmente no segundo tempo, mas seguramente, houve avanços. além do mais, com essa torcida, qualquer um joga bola.

    Saudações corais,

    Dimas Lins

  13. Era bom demais pra ser verdade…. divulgar uma contratação sem assinar, é lasca mesmo viu!

  14. Arnildo Ananias de Oliveira
    14

    O estádio uma pocilga;
    A concentração dos meninos idem;
    O sócio com um atendimento pra lá de VIP;
    O diminutivo mentindo mais que o Ministro da Propaganda Nazista;
    A patrimonial um primor de eficácia e eficiência.
    E NINGUÉM FAZ NADA!
    Desculpe-me Fabiano Pinheiro, mas não vamos confundir o nosso querido e amado SCFC com essa cambada de incompetentes.

    Ñ aguento +
    FORA Cabeção FDP! VTNC.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Torcedor Coral - Santa Cruz | Desabafo - [...] 4 de Julho alertei para o absurdo do preço do ingresso e do desrespeito com a torcida no artigo…
Regras de moderação do Torcedor Coral
O Torcedor Coral não se responsabiliza pelas opiniões de seus leitores, mas se reserva ao direitor de excluir, sem aviso prévio, os comentários que:
1. Façam acusações sem provas;
2. Configurem qualquer tipo de crime, de acordo com as leis do país;
3. Contenham ofensas pessoais a quem quer que seja, mesmo que o ofendido seja reconhecidamente um canalha;
4. Defendam ou enalteçam o LEF, pois nós somos liberais, mas nem tanto assim;
5. Utilizem e-mails falsos ou inexistentes;
6. Tenham características de chat ou bate-papo;
7. Copiem textos publicados em outros espaços virtuais, ao invés de publicarem os links das matérias originais.
8. Publiquem sistematicamente os mesmos comentários, repetições de ideias ou opiniões;
9. Publiquem comentários com prevalência em caixa alta, que é o mesmo que gritar na internet;
10. Manifestem intolerância à liberdade de opinião;
11. Tenham características de perseguição a outros leitores;
12. Manifestem, implícita ou explicitamente, mensagens eleitorais, tanto de candidatos a cargos no clube, quanto de partidos políticos;
13. Contenham mensagens abusivas, desagradáveis, ostensivas, cansativas e que não se utilizem de bom senso.

Algumas palavras estão programadas para cair automaticamente na moderação de modo a facilitar o cumprimento das regras. Assim, seu comentário será liberado o mais rápido possível, se for constatado que não houve violação.

O sistema anti-spam do Torcedor Coral, utilizado para evitar malwares ou vírus, ocasionalmente poderá reter indevidamente um comentário legítimo. Também poderão ser retidos indevidamente os comentários que contenham dois ou mais links, pois são através deles que ocorrem ataques ao blog. Tão logo esses casos sejam identificados, os comentários serão liberados.

Lembre-se, o trabalho no Torcedor Coral é realizado de forma voluntária por cada um dos editores, cronistas, moderadores e colaboradores, já que todos atuam profissionalmente em outras áreas. Dessa forma, tenha paciência, caso seu comentário não seja liberado imediatamente.

Para comentar regularmente, o autor deve ter um comentário aprovado anteriormente no Torcedor Coral.

Os casos omissos serão definidos pelos editores do blog.

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *