A bola não entra por acaso

Ainda menino, costumava ouvir nas resenhas esportivas das rádios um rosário de frases prontas que pretendiam se aplicar a todas as situações do futebol. No fundo, era o mesmo artifício de que se utilizava o homem-da-cobra para vender no mercado de São José os unguentos que curavam desde frieira até câncer de pele (quem é da minha geração para cima sabe bem do que falo). Dos tempos em que mamãe gritava “É hora do almoço, menino!” aos dias atuais, onde sou eu quem chama as minhas crianças para comer, em qualquer estação, ouvia, e ouço, que não há mais bobo no futebol. Bastava, como ainda basta, girar para outro lado e o dial cravava justo na hora em que o comentarista soltava a pérola de que o futebol é muito dinâmico. Mas o que acho mesmo batido são as frases que atribuem o sucesso ou insucesso ao acaso e vibro, quase como um gol, quando o radialista dispara que a disputa de pênaltis é loteria ou que o futebol é uma caixinha de surpresas. Ainda farei um bingo só com esses clichês.

Repetidos à exaustão pela crônica esportiva, além de pouco criativos, os chavões passaram a ter força de lei. Nessa lógica, dois momentos distintos da derrocada do Santa Cruz – um em 1981 e outro em 2006 – como a derrota para o Bahia por cinco a zero, quando o Santa poderia perder por diferença de até quatro gols, e o pênalti desperdiçado por Lecheva na final do Campeonato Pernambucano, que levou o clube a uma sucessão de descensos, a mais dramática da nossa história, seriam obra e arte dos deuses do futebol. Melhor seria imputar essas vicissitudes aos diabos, já que de uma dessas eventualidades criou-se o mito da Maldição de Lecheva, que serviu de escudo para a incompetência de dirigentes, treinadores e jogadores de futebol e de consolo para grande parte dos tricolores.

Em A bola não entra por acaso – Estratégias inovadoras de gestão inspiradas no mundo do futebol (título original La pelota no entra por azar, Editora Larousse, 1ª Edição, 2010), Ferran Soriano Compte, vice-presidente do Barcelona no período de 2003 a 2008, responsável por levar o clube aos patamares atuais, mostra com grande maestria que no futebol existe bobo, sim, e são aqueles que apostam na sorte. O que há, de fato, é apenas competência e que um time bem gerido e com dinheiro no bolso, evidentemente, pode não ganhar todas as partidas, mas sempre estará em condições de ser campeão. Assim, o pênalti desperdiçado por Lecheva, pouco teria a ver com caso fortuito, mas com a gestão do clube.

Parece óbvio, mas tão logo o seu grupo venceu as eleições daquele ano, Ferran Soriano, Administrador de Empresas com especialização em Gestão, foi desaconselhado por ex-dirigentes a aplicar técnicas de administração no clube catalão, pois de nada adiantaria se utilizar do senso comum ou da lógica empresarial. O que importava, na opinião daqueles que saíam, era se a bola entrava ou não. Para sorte do Barcelona, Soriano não deu ouvidos e passou a observar os clubes de sucesso na Europa, como o Manchester United. Seu objetivo era tentar compreender o que fizera o clube inglês, que dez anos antes possuía renda compatível com o Barcelona e, comparativamente, tempos depois, já arrecadava mais que o dobro da receita. A resposta estava na gestão e a recuperação do clube catalão levou apenas três anos depois de concentrar o foco no negócio.

É bem verdade que as realidades entre Santa Cruz e Barcelona são tão próximas quanto a terra é da lua, mas grande parte dos conceitos de negócio defendidos por Soriano em seu livro são aplicáveis a qualquer clube de futebol.

Sua lógica parte de um princípio simples: a mesma estratégia de gestão que serve para um salão de beleza ou para uma indústria de cosméticos também se aplica ao universo esportivo. A diferença é que as técnicas de gestão devem ser adaptadas para cada ramo de atividade que, em nosso caso, é o futebol. Em suas próprias palavras, “quem quiser ter sucesso em alguma atividade deverá identificar e compreender a lógica que existe por trás dela, reinterpretá-la e adequá-la às novas realidades e desafios”. Ou por outra, “é preciso compreender bem a demanda, a oferta e os concorrentes e repensar tudo!”. A compreensão do negócio e, posteriormente, a inovação, foi o segredo do sucesso. Assim, se o objetivo de um clube de futebol é manter uma equipe de ponta e em condições de ganhar títulos e campeonatos, é preciso, além de recursos financeiros, manter por trás dela uma boa gestão de negócios. Nada mais óbvio e distante de nossa realidade.

Na situação prática do Santa Cruz, os modelos de gestão (sic) ao longo do tempo, são idênticos, com a prevalência do fisiologismo político e pouco ou nenhum foco no negócio. Basta observar quais mudanças ocorreram na estrutura administrativa do clube nos últimos quarenta anos. A conclusão é desanimadora. Enquanto o futebol tornou-se um negócio lucrativo no mundo inteiro, inclusive no Brasil, no Santa Cruz ainda se faz jantares de adesão e doação de tijolos, velhos hábitos de uma administração romântica e ultrapassada. Assim, o clube foi incapaz de se reinventar e perdeu espaço no futebol brasileiro. A situação se agravou ainda mais a partir do instante em que também não soube compreender e se antecipar à criação do Clube dos 13 para abocanhar o promissor e rentável negócio da distribuição de cotas de TV. O Santa Cruz de hoje vive da ilusão de se tornar novamente uma força no cenário nacional, sem mexer uma palha no seu fracassado modelo de gestão. Infelizmente, camisa já não ganha jogo e o clube pena para ser reconhecido, quando muito, como força regional.

Não é difícil para qualquer tricolor perceber que os maus hábitos administrativos criaram raízes. Desde a falta de uma contabilidade organizada aos cabides de emprego, essa é a lógica do Santa Cruz em quatro décadas. Pulularam, durante todos esses anos, notícias de atraso de salários de jogadores e funcionários, bloqueios de renda por determinação da justiça e penhora de bens. Além do mais, vem de longe as reclamações do tratamento dispensado aos sócios e torcedores, atualmente, os maiores patrocinadores do clube. É duro pagar regularmente a mensalidade de sócio e ingressos caros para uma competição de terceira divisão e se deparar com o descaso com os banheiros sujos, o desconforto das arquibancadas de cimento e a desumanidade nas filas intermináveis no sol a pino, enquanto milhares de autoridades entram gratuitamente no Arruda a cada jogo. Enfim, não pode ir por um bom caminho um clube, cujo maior financiador é maltratado sistematicamente. Ao invés da contraprestação de serviços, o Santa Cruz convida o torcedor a comparecer ao estádio sempre com o apelo sentimental de ajudar um clube que não lhe oferece quase nada em troca. Indo mais além, nos dias atuais, o Santa ainda pena para construir o seu centro de treinamento, que poderia lhe garantir bons valores para a equipe e fonte de recursos extras nas transações de jogadores. Não é de se estranhar que as práticas administrativas persistam, como no tempo da vovó, com baixo poder de arrecadação e gastos excessivos. Os dirigentes corais, do presente e do passado, não atinaram que para romper com esse ciclo perdedor é preciso criar um novo modelo de gestão, eficiente, moderno e profissional, pois os sucessos atuais são ilusórios e as conquistas, sazonais.

O livro de Ferran Soriano pode ser de grande valia para o Santa Cruz. Por isso, pretendo explorar os seus ensinamentos, através de artigos focados na gestão, e convidar nossos leitores à reflexão. Quem sabe juntos não possamos pensar na construção um clube melhor.

141 Comentários

  1. rubemjunior
    1

    ZT ontem no lance final falou que poderá fazer mudanças no time dependendo da escalação do adversário.
    Isso para mim não deveria existir, teriamos que jogar impondo nosso ritmo, eles que fizessem o trabalho deles.

    Zé tem que dar continuidade a esse time que jogou
    Sábado, para mim a única mudança seria o retorno do Memo a sua posição de origem, e colocaria Maisena na direita para prestigiar esse jogador.

    Saudações Corais.

    • Luiz Ernane
      1.1

      Não vejo sob esse seu ponto de vista Rubem.

      Assisti ao programa e ele falou o tempo todo que vai marcar no campo do adversário e vai buscar os três pontos.

      Ele falou que com a volta de Natan, Luciano e Pedra, terá dois jogadores por posição e que essa briga é salutar.

      Ele deve colocar Memo no lugar de Wesley e estrear o Maizena na lateral

      Abraços.

    • rubemjunior
      1.2

      Tu ainda não conhece zt ? O jogador joga bem uma partida e na outra vai para o banco.

      Espero que ele aprenda a dar sequencia de jogo ao time.

      Se jogarmos com inteligencia e não ficar apenas na defesa, vamos vencer o jogo no Ceará.

    • Marcelo COsta
      1.3

      RJ lesse o texto?

  2. Luiz Ernane
    2

    Pelo título, achei que era mais conto erótico de Guerrá, ainda bem que foi engano.

    Muito bom o texto, técnico e claro.

  3. Nivaldo Brayner
    3

    Texto para ser publicado e lido em todos os editoriais esportivos de jornais, rádios e até dos óbvios programas de tv. Esse tema é crucial para o futuro do Santa Cruz. Parabéns ao Dimas pela clareza e capacidade de síntese em uma abordagem que é vital, mas que foge à percepção da grande massa de (dis)torcedores.

  4. óia a cobra
    4

    Teodoro foi bem em campo mas ao ter um microfone na mão (pense numa arma perigosa) falou um monte de bobagem e tentou justificar o injustificável, isto é, o tal do chiçao. Eu acredito tanto no que ele falou com relação a chicão como acredito em papai noel.

    Valeu pela vitória o gol de caça levou a torcida ao orgasmo futebolístico.

    • Luiz Ernane
      4.1

      Zé tá feliz e otimista.

      No futebol não é possível prevê um acesso, mas estamos no rumo certo.

  5. Francis Costa
    5

    Pô Dimas, show..!!

  6. rubemjunior
    6

    Ótimo texto.

  7. rubemjunior
    8

    Estamos precisando de um lateral direito urgente.

    Desde 2011 que não temos um sequer, e zé teodoro sempre improvisando, quem não lembra do Cleber Goiano que era volante e zé colocou como lateral.

    Não é possível que nesse brasil não tenha um lateral que preste.

  8. rubemjunior
    9

    Brasão fez o gol para as galinhas fujonas e tirou a camisa na comemoração. Doido como sempre.

  9. Marcos Almeida
    10

    Saudações tricolores! Dimas acertou em cheio. A filosofia da gestão tem que mudar, caso contrário teremos conquistas isoladas. Não adianta nem ficar discutindo sobre ZT ou seu esquema de jogo, pois numa gestão moderna o treinador necessáriamente estaria vinculado ao trabalho de base, promoção dos novos talentos do clube. O abismo é muito grande para uma gestão moderna, incluo aí o abismo cultural. Garanto que muitos dos nossos dirirgentes não tem a menor noção de princípios administrativos. Parabéns Dimas, esse é o caminho, vamos refletir. Eu sonho para que essas mudanças se tornem possíveis, mesmo que no futuro. Santa Cruz para sempre.

  10. Ricardo Gueri-Gueri
    11

    Dimas excelente post, eu colocaria esse entre os melhores que li desde que frequento esse blog a 3 anos.
    Como gostaria que nossos dirigentes vissem este post. Há como gostaria!

    Parabéns!

  11. Luiz Ernane
    12

    Chances de classificação e eliminação segundo o site chance de gol.

    http://chancedegol.uol.com.br/brc12.htm

    Fortaleza 91.0 % 0.04 %
    Santa Cruz 82.7 % 0.1 %
    Luverdense 63.6 % 0.6 %
    Salgueiro 62.3 % 0.8 %
    Paysandu 59.7 % 0.8 %
    Águia de Marabá 31.5 % 3.2 %
    ICASA 4.7 % 24.6 %
    Treze 3.6 % 32.5 %
    Guarany-S 0.6 % 63.4 %
    Cuiabá 0.2 % 73.9 %

  12. rubemjunior
    13

    Campeonato muito difícil.

    Só nome não ganha jogo.

  13. rubemjunior
    14

    Temos que ao menos trazer quatro pontos nesses dois jogos fora de casa.

    • Luiz Ernane
      14.1

      Torço por dois pontos.

      Não pela recuperação dos perdidos, mas por assim conter os dois primeiros colocados.

    • rubemjunior
      14.2

      E os outros que estão logo atrás?

    • Luiz Ernane
      14.3

      Se empatarmos 3 jogos fora e ganharmos apenas uma fora e ganharmos os cinco restantes em casa, pontuaremos 22 pontos e iremos pra 32 pontos.

      A hipótese mais provável é que o quarto colocado se classifique com 28 ou 29 pontos.

    • Luiz Ernane
      14.4

      Errei o cálculo:

      jogos restantes: 12

      jogos fora restantes: 7
      três empates: 3
      uma vitória: 3
      três derrotas: 0

      Jogos em casa restantes: 5
      5 vitórias: 15 pontos.

      Chegaríamos a 31 pontos nessas condições.

  14. Geraldo Mesquita
    15

    Dimas, você traz para discussão um assunto de extrema importancia. Parece que ninguem quer tocar nisso no clube e nem mesmo aqui. Por isso creio que o começo tem que ser pelo fim do seu artigo:

    “Quem sabe juntos não possamos pensar na construção um clube melhor.”

  15. Arnildo Ananias de Oliveira
    16

    DIMAS, PARABÉNS POR MAIS ESTE EXCELENTE TEXTO.

    Aliás, mais q pertinente, a vista da proximidade de nossas eleições. Há muito tempo q procuramos o MENOS RUIM pra nos comandar. Espero q, um dia, entronizemos a EXCELÊNCIA.

    Q DEUS SE APIEDE DE NÓS E NOS ILUMINE. Caso contrário, tb ñ tenho dúvidas: seremos um eterno BUMERANGUE com nossos sobe e desce. Pra se ter uma ideia, a ÚNICA JANELA q pode, num curtíssimo prazo,nos colocar num cenário Nacional, seria a COPA BR.

    Entretanto, TODOS OS ANOS, mal passamos da 1ª fase! Das divisões de base, ñ é bom nem se falar. Da RECIPROCIDADE AO SÓCIO, dispensa comentários. Basta ver as filas intermináveis em dia de jogos e, alguns metros dali, os cambistas com uma farra de ingressos pra aquele setor.

    É isto aí.

    SAUDASANTA

    P S – Antes q “caiam de pau” em mim devo dizer q votei em ALN porque, NO MEU ENTENDER era o q havia de melhor e mais viável, pra ñ dizer o MENOS RUIM, na ocasião. E ñ me arrependi um mm, embora ñ ache q seja uma BRASTEMP. Entretanto, vejo com simpatia os nomes do Sérgio Murilo e do Joaquim Bezerra.

    Espero q o novo estatuto ñ venha a eternizar os erros e “engessar” o Clube. QUE DEUS NOS AJUDE NOVAMENTE.

    SAUDASANTA + 1 X

  16. Pois é, precisamos que os candidatos apresentem um plano de gestão para que possamos avaliá-lo e decidir o voto. Só de retórica não dá, tem uns caras que conversam bonito, jogam as mãos enquanto conversam mole, mas nao fundamentam suas propostas. Como torcedor não abro mão do sobrenatural e das supestições, mas como eleitor to de saco cheio de conversa mole.

  17. Grande texto, Editor-Mor. Pena que “gestão” seja uma palavra desconhecida lá no Arruda.

    Em relação à discussão… Sou absolutamente místico no futebol. Os deuses abandonaram o mundo, exceto o futebol. Já a gestão esportiva faz parte do mundo laico. Não há bruxaria ou misticismo aqui. Gestão empresarial e democrática, eis a questão.

    Pesquisei sobre Ferran Soriano. Confesso minha desconfiança. O Barcelona tem gestão, mas não tem democracia. É uma plutocracia. Ferran Soriano Compte é um jovem milionário, dono da Spanair, uma companhia aérea. No tempo de Ferran e Joan Laporta, havia muita coisa (ops!) estranha nas finanças do Barça. Umas ligações mal-explicadas com Abramovitch, por exemplo, o mafioso do Chelsea, e por aí vai. Curiosamente, apesar de tudo, quando assumiu Sandro Rosell, dono da Ailanto Marketing, atual presidente do Barça, o clube tinha uma dívida de 369 milhões de euros. Como pode uma gestão de ponta contrair uma tal dívida? Por causa disso, assinou um contrato de 171 milhões de euros com a Qatar Foundation, maculando sua camisa depois de 112 anos de história. Inclusive, pouco tempo atrás, por causa da crise financeira, cobrava-se até 5 euros para se ver treino do time.

    Aliás, Sandro Rosell está sendo investigado no escândalo que pegou RT, aquele que recebe ainda mesada da CBF.

    Como quero o paraíso para o meu clube, minha utopia é uma combinação de gestão profissionalizada esportiva, com democracia, participação e transparência. Mas só acredito nisso quando bebo e fico chato pra carai.

  18. Fabiano Pinheiro
    19

    “um time bem gerido e com dinheiro no bolso, evidentemente, pode não ganhar todas as partidas, mas sempre estará em condições de ser campeão.”
    Pensando assim, apesar do pênalti desperdiçado por Lecheva, o clube estava sim em condições de ser campeão. Portanto, estava sendo bem gerido.
    Assim como a atual gestão, em relação ao futebol, está sendo mais do que bem gerido, pois sequer temos o “dinheiro no bolso”.
    Ou não?

  19. Murilo Lins
    20

    Excelente texto Dimas!

    Apesar de encontrar algum alento nesta administração, em relação ao que vinha se praticando no passado recente, ela está muito aquém de servir de parâmetro para uma gestão de sucesso. O Santa Cruz é um clube que hoje só se administra com os caciques e quem fugir desta lógica será boicotado.

    Espero um dia poder votar em um gestor que possa romper com esta lógica cruel sem por em risco a sobrevivência do clube.

  20. Tribomjardim
    21

    Ao vivo direto de Londres(Sportv)…manto coral na quadra de volei…….

    • Bandeira do Mais Querido no Ginásio em Londres no jogo Brasil 1×0 Alemanha(o segundo set começou agora). vai ver é aquele irlandes que foi ao jogo do “dilúvio” em João Pessoa contra o Alecrim e ficou impressionado com a Paixão da nossa torcida pelo Santinha…rsrsrs

    • Show de bola a bandeira!!

      Eu mal vejo o jogo o que me chama mais atenção é a beleza da nossa abndeira.

  21. Dimas,

    São textos desse nível que sinto orgulho danado de participar do blog. Parabéns!

    Temos que reconstruir esse clube.

  22. Gleibson Diniz
    23

    Bandeira do Santa Cruz presente no jogo da seleção Brasileira de Volei

  23. Fábio Lucas
    24

    É oque eu venho falando há algum tempo aqui. O Santa Cruz não evoluiu nada administrativamente nesse modelo atual de gestão. Teve exito no campo, mas fora continua a mesma coisa.

    A diretoria tem tido várias dificuldades para pagar os funcionários. Antecipando cotas de patrocinadores, aumentando preços dos ingressos para pagar o custo do futebol, que está elevadíssimo para a série C e para o nível técnico do elenco.

    O Coritiba é um grande exemplo de gestão profissional que dá resultados. O Coxa estava no fundo do poço e, em 2 ou 3 anos de um novo presidente, conseguiu mudar toda a estrutura administrativa do clube e colocou para disputar de igual para igual com todos os grandes clubes desse país. Tem quase 50 mil sócios. Tinha 3 mil.

    O Corinthians é outro exemplo. Estava no fundo do poço e hoje é um dos clubes mais bem administrados desse país. Em 2007, o Corinthians tinha 15 mil sócios e agora, em 2012, tem quase 80 mil sócios. Uma evolução absolutamente formidável. Nesse período o Corinthians foi Campeão da Copa do Brasil, do Brasileirão e da Libertadores.

    Pela torcida que tem, pelo patrimônio físico e pela história, o Santa Cruz tem tudo para ser um clube como Coritiba, jogando de igual pra igual com qualquer outro clube do país. Só falta a visão empresarial.

    • No em dia que nosso estado alcançar o patamar do PIB do Paraná(5º) podemos até começar a almejar a nos equilibrar economicamnte como o time do Coritiba.

    • Fábio Lucas
      24.2

      Pra min isso independe de economia do estado. Temos uma torcida maior e mais participativa – economicamente – que a do Coritiba, temos um estádio bem maior do que o do Coritiba e potencial também maior que o do Coritiba.

      O Santa, com 15 mil sócios, é o time com mais sócios do Nordeste. Ainda assim, o potencial é minimamente aproveitado. Poderíamos ter uns 50 mil.

      O Coritiba tem quase 50 mil sócios, mas fez uma campanha de marketing gigantesca e investimento pesado em benesses pros sócios. Além de aumentar os preços do ingressos, “obrigando” o torcedor a se associar.

      Quando o Santa tiver essa visão empresarial do Coritiba poderá pensar em ser tão competitivo quanto o Coxa.

      Tudo isso que eu disse passa – obrigatoriamente – pela nossa acensão nas divisões do futebol brasileiro, ou seja, TEMOS QUE VOLTAR À SÉRIE A DE QUALQUER JEITO!

  24. Ótimo texto, Dimas.

    Assunto para uma pauta conjunta do conselho deliberativo e do executivo, quiçá do quadro social.

    Porém, creio que isso não acontecerá nunca; Esse tipo discussão provoca urticária em muito figurão lá no Arruda.

    • Mandei uma carta a um príncipe da Arábia Saudita, Al-Waleed bin Talal bin Abdul Aziz Al-Saud, amigo meu de longa data. Ficou simpático com a ideia de patrocinar o Santinha. Só tem uma condição: Dimas como presidente e Ducaldo como técnico do time!

      Eu, claro, terei a chave do cofre. Logo eu, adepto de Delúbio, meu ícone.

    • ducaldo
      25.2

      Muito esperto, Artur.

      Mas muito cuidado, os árabes costumam cortar “mãos bobas”, mesmo de amigos.

      E costumam mandar surrar técnicos e jogadores incompetentes. Não embarcaria nessa nem f****do. Hehehehe!

    • É verdade. Eu me esqueci desse “detalhe”. Cadê tu no Caldinho, rapaz?

    • ducaldo
      25.4

      Cheguei atrasado e fui direto para as sociais. Como ainda estou gripado, depois do jogo fui direto para casa.

      Fica para a próxima ou, como as próximas partidas serão fora de casa, marcamos para assistir aos jogos em algum bar com televisão.

  25. Amigos e amigas tricolores, o jogo contra o Icasa foi muito bom, agora espero que contra o Fortaleza o nosso Santa Cruz jogue melhor ainda e obtenha um bom resultado. Creio que os torcedores do Santa Cruz que moram em Fortaleza irão ao estádio para apoiarem o mais querido nessa luta rumo a série B do brasileirão.

  26. Fábio Lucas
    27

    Os melhores momentos para quem não viu:

    http://www.youtube.com/watch?v=BWnKEyOb_6M

    Foram várias oportunidades. Algumas inacreditavelmente perdidas.

  27. Florencio
    28

    O texto muito bem escrito e fundamentado em uma experiência exitosa do Barça ( vou ler o livro tbm) e nos resultados do nosso clube ao longo de sua história. Tudo q foi escrito é de conhecimento geral e não tem nenhuma novidade. Como Thomas Edson disse, ” o sucesso de um empreendimento é 99% de transpiração e 1% de inspiração”, em outras palavras, quem vai fazer o projeto e trabalhar nele? Acho q o centro da questão, no caso dondirigente espanhol, é q ele deve ter formado uma equipe e a liderou no caminho determinado no planejamento. A primeira coisa q precisa ser feita é profissionalizar a gestão. Um clube que paga R$ 50.000,00 a um treinador nao pode ter uma estrutura de dirigentes amadores, sem tempo para priorizar o clube e um corpo de funcionarios salário minímo. Um grupo que pretenda mudar o Santa Cruz que ser capaz de tirar da parte executiva pessoas q nao tem tempo ou nao tem formacao para gerenciar uma orgainzacao de R$ 12.000.000,00 por ano, com 3 milhões de clientes (torcedores), com uma dívida de R$ 100.000.000,00 e uma sede/estádio precisando de uma reforma completa e uma operação eficiente. Os ttorcedores, colaboradores devem ficar no conselho monitorando as acoes do executivo, que foram apresentadas no planejamento estratégico no inicio do mandato ( com diretrizes, indicadores e metas para cada objetivo).
    Se for assim, com muito trabalho e muito saco para ouvir ser chamado de ladrão, apesar de quem chama ser um ileso ou o verdadeiro ladrão, tem alta probabilidade de dar certo.

    • O segredo é que não tem segredo. Como disse Athur no posto 18, o sucesso do barcelona passa por instâncias obscuras. E complementando Thomas Edson, o sucesso no futebol é 1% inspiracão, 29% traspiração e 70% cabra-safadeza.

  28. Geraldo Mesquita
    29

    Alguem pode fazer um resumo da reunião do conselho?

  29. Fábio Lucas
    30

    Reunião do Conselho Deliberativo marcada para hoje, a partir das 18:30.

    http://www.loucospelosanta.com.br/novo/NoticiaCompleta.asp?codigo=2476

    Mais uma vez não temos notícias da prestação de contas. Tá uma beleza!

    A prestação de contas é oque mais importa. O resto é conversa pra boi dormir.

    Desde JULHO DE 2011 que não temos prestação de contas sobre oque é gasto dentro do Santa Cruz. Uma verdadeira “barrigada” nas contas do clube. Pra não mostrar, coisa boa é que não deve ser.

    O Conselho independente mais dependente do mundo sequer faz questionamentos sobre isso. Excetuando alguns poucos, são verdadeiros cordeirinhos da administração do clube.

    Em qualquer clube, inclusive nos nossos rivais, o estatuto tem uma cláusula que obriga a Administração a prestar contas, sob punição de impedimento de eleição em qualquer disputa dentro do clube. O nosso “estatuto” surpreendentemente – ou não – não tem essa cláusula. Uma maravilha!

    Mas apesar de tudo, tá tudo muito bom, tá tudo muito bem. Os resultados em campo estão vindo, né? 🙂

    • Tadeu Patriota
      30.1

      Olhando direitinho, não existe prestação de contas desde fevereiro de 1914.
      Temos que cobrar as prestações de contas. Mas o que é que custa fazer isso com um perfil que indubitavelmente não tenha nenhma característica de um perfil falso?
      Perfil falso e não apresentação de contas têm o mesmo peso em qualquer balança.

    • Geraldo Mesquita
      30.2

      Lendo a convocação (link disponibilizado), todos podem ver perfeitamente:

      5. Apresentação da Empresa WM Assistência Contábil;

      6. Apresentação da Empresa BRUGNARA de Auditagem Fiscal;

      7. Apresentação da Empresa Backup Service Informática.

    • Fábio Lucas
      30.3

      Tadeu Patriota (post 30.1),

      Você está redondamente enganado. Primeiro porque os desmandos dentro do Santa Cruz começaram a partir da década de 80. Antes da década de 80, o Santa Cruz era um clube referência em administração no Brasil. E segundo porque nesta atual gestão foram apresentadas as prestações de contas do primeiro semestre de 2011.

      Todos os centavos que entraram dentro do Santa Cruz, de 1 de Janeiro até 7 de Julho, foram totalmente explicados. Inclusive o gelo e os pratos de comida dos jogadores.

      O homem responsável por esta prestação de contas foi simplesmente escorraçado do Arruda.

      Você pode ver aqui:

      http://www.loucospelosanta.com.br/novo/NoticiaCompleta.asp?codigo=887

      Você quis dizer isso: “tá errado há muito tempo, logo não é culpa de quem está lá”… Ora, é claro que é culpa deles, que não movem uma palha para mudar a situação. Talvez porque gostem dela. Talvez porque sejam beneficiários dela. Vai saber…

      -x-

      Geraldo Mesquita (30.2)

      Não foram apresentados as prestações de contas.

      Ninguém sabe o que estão fazendo com o nosso dinheiro. É uma verdadeira caixa preta.

      Isso sem falar nas constantes evasões de renda e público, que estão cada vez maiores e mais tenebrosas.

      Só pra você ter ideia do vem acontecendo: O Presidente falou na Rádio, meia hora antes da final do PE 2012, que tinham sido vendidos 55 mil ingressos até aquele momento. O público anunciado foi de 44 mil e o pagante de foi 41.973.

      Qualquer pessoa que tenha experiencia de grandes públicos sabe que nessa final de 2012 não tinham menos 55 mil pessoas. Qualquer pessoa!

      Na semifinal foi a mesma coisa. Tinha uns 50 mil. Anunciaram 36 mil. 33 mil pagantes apenas. Uma vergonha!

  30. óia a cobra
    31

    Creio que essas comparações com Barsa, Internacional Corinthians, esses sonhos, devaneios com modelos gestão proativa, arrojada, moderna, democrática; anseios de ver o Santa Cruz organizado e a caminho da excelência administrativa, devem render grandes e boas gargalhadas e se alguém por algum momento consegue ficar sério lá, falará que toda culpa e responsabilidade é do caos financeiro que o clube atravessa, (e vai continuar atravessando), aliás isso já se tornou resposta para tudo.
    Somos um clube quase centenário, feito por pessoas que conhecem muito bem como se faz futebol e não se erra mais por inocência ou imaturidade, eles sabem os caminhos, as soluções mas o que falta na realidade é boa vontade.
    Idéias? Pra quê? Vai ver o que tem de idéia (se não jogaram no lixo) dentro da gaveta ou passaram para nossos rivais?
    Falta de visão empresarial??? É nada
    Gente que gere um Clube que tem cem anos erra quando quer e por que quer.
    Ter 100 anos e continuar errando não é burrice é outra coisa.
    Mas sonhar não custa nada, vamos continuar sonhando, embora saibamos que isto renda nas salas e mesa de bar boas e grandes gargalhadas.

    Eu sou da Terra de Santa Cruz.

    • Geraldo Mesquita
      31.1

      Que desesperança é essa? Apesar dos percalsos, creio que o Santa aospoucos vai trilhando o caminho da boa administração. Não é facil mudar um clube quase centenário e que por todo esse tempo enraizou modos e costumes.

    • óia a cobra
      31.2

      Só pra te dar um (01) exemplo: O nosso diretor de marketing parece que errou essa trilha.

    • óia a cobra
      31.3

      Então Mesquita você concorda que continuemos assim? Você não anseia por melhoras, prefede justificar os erros do passado?

      É isso que eles querem, que sentemos no tamborête do passado e que tudo contiue do jeito que está.

    • Geraldo Mesquita
      31.4

      Óia a Cobra, você leu e entendeu mesmo o que escreví?

    • óia a cobra
      31.5

      kkkkkkkkk Eu entendi do jeito que você me entendeu

  31. Dimas só agora pude ler seu texto, formidável por sinal, queria que meu clube tivesse mais pessoas com essa veia crítica. Para que só assim possamos ter esperanças de um Santa Cruz melhor, mais competitivo em nível nacional e não apenas se contentando com campeontatos estaduais.

    O problema é que pra grande massa tricolor, se no campo a coisas tão indo bem esquece-se tudo, deixa pra lá. Não sabendo eles que um sucesso por esses paramentros é temporário feito “voo de galinha” sobe e desce rapidinho.

    A casa tem que está bem arrumada, gerida,cuidada para que se mantenha sempre em condições de alcançar feitos maiores.

    mas infelizmente pra grande amioria da torcida o que vale é APENAS “bola na rede no próximo jogo”. do mesmo jeito que o povão brasileiro se cala para os desmandos do país em virtude dos bolsas-famílias da vida. que por sinal é tão importante “quanto os gols no próximo jogo” mas não é APENAS isso.

  32. óia a cobra
    33

    Notem que situação constrangedora:
    Nosso professor Sylvio Ferreira ficou em “saias justas” por omissão da atual gestão.
    Ele estava no Programa Domingo Esportivo e um ouvinte reconhecido como tricolor e sócio pelo condutor do programa Ednaldo Santos, reclamou daquela tão propalada aqui por mim e alguns outros “cascata de urina” que tem no estádio (sem falar nas fezes de morcego)
    Diante da pergunta e situação constrangedora Sylvio Ferreira calou-se. Sylvio ferreira tem um caráter tão sublime, tão sincero que simplesmente calou-se, acho que de vergonha. Não foi evasivo, não tapou o sol com a peneira e não mentiu para ninguém, apenas calou-se.
    Parabéns Professor Sylvio precisamos de homens dentro do Santa Cruz que tenham e que sintam vergonha. Senti orgulho da sua atitude.
    Não precisamos de saídas pela tangente, de desculpas esfarrapada, ou de conversa mole, precisamos ter vergonha, zelo e atitude e espero que a diretoria tome iniciativa e resolva esse problema. Isso nada tem haver com política ou preferência por esse ou aquele nome. Sou insento. Gosto da gestão de ALN, mas isso não me torna cego nem omisso, ele precisa corrigir essas falhas.

    Aquela tubulação jorrando urina nos causa nojo e vergonha além de ser um problema de saúde pública.

  33. Flávio Tricolor de Gravatá
    34

    Dimas que texto de qualidade, diga-se de passagem como sempre. Você “traduziu” pra quem quiser entender a linguagem que poderia, se caso houvesse interesse, salvar nosso clube, fazê-lo mais forte.

    O que me preocupa é isso, estamos lutando por um acesso a série “B”, e aí depois disso? Rumo a série “A”? Pra quê? Pra sofrermos humilhações em nível nacional? É de pensar e refletir, sei que 2014 é o ano do nosso centenário, más acho que deveria sim haver um fortalecimento administrativo em nosso clube, para que quando se conseguir colocar os pés numa primeira divisão do futebol brasileiro, nunca mais possamos sair de lá.

    Ou se muda essa forma de gerir nosso Santa Cruz, ou viveremos para sempre numa roda gigante, onde um dia estaremos em cima, outros no meio e outros doloridos e infelizes dias na parte de baixo!

    • Ricardo Cavalcanti
      34.1

      Concordo com o Flávio!

      Belo texto Dimas!

    • Eu nem tenho esa pretensão de estando na série A NUNCA mais sair de lá porque com o modelo de 20 clubes os clbes mais finaceiramnete inferiorizados é muito difícil. Eu ficaria feliz se ficassemos mais vezes seguidas na série A e quando decessemos pra B tivermos estrutura sufuciente pra voltar pra serie A sem grandes percalços( tipo em 10 anos figuramos 7 anos na A e 3 na B já ficaria satisfeito)

      e NUNCA EM HIPOTESE ALGUMA voltar a colocoar os pés nesse antro de serie c e d!!!!

  34. Outro dia um dirigente do SCFC disse, se não estou enganado, que não haveria nenhuma ação de marketing, pois todos no Clube estavam preocupados com o acesso à série b. Então me digam, por esse motivo o marketing não funciona, a comissão patrimonial não funciona, entre outros departamentos? Ou seja, o acesso não seria facilitado com uma campanha de marketing que trouxesse e fidelizasse mais sócios e, consquentemente, mais dinheiro para o Clube? A organização e preservação do patrimônio do Clube, tornando o ambiente limpo e mais agradável, não faria com que mais pessoas frequentassem este ambiente?

  35. Tribomjardim
    36

    Para alguns poucos que amam zé em detrimento ao SANTA….só amo o SANTA….mas foi verificado na mídia que muitos treinadores AGENCIAM jovens….pior…eles levam esses jovens a clubes que pagam mais……inclusive clubes inimigos dos que os empregam no momento….e mais,bancam jogadores amigos ou “patrocinados”(perronhas) por empresários amigos seus…queimam promessas que não dão lucro à eles….amigos torçamos pelo SANTA…se zé der certo tudo bem(não sei se ele faz isso)…mas o SANTA é maior….e só….SANTA na B…..mas sem ser menor que ninguém……

    • Tribomjardim
      36.1

      Pior é que membros dos clubes,e que fazem parte da direção ou do conselho,defendem isso….vergonha…………

  36. Ricardo Cavalcanti
    37

    Estou confiante na melhora do nosso futebol.

    Depois da chegada do Leandro Oliveira, o time cresceu na qualidade do passe.

    Em 2010 foi assim: http://www.youtube.com/watch?v=1hTSSWkj2rg

  37. Com relação ao Marketing, nossa torcida vem dando aula a diretoria. Quem assistiu ao jogo de voley feminino viu nossa bandeira lá e olhe que estava numa posição previlegiada pois encontrava-se quase centralizada no meio da quadra.

    • Tribomjardim
      38.1

      Tinha uma camisa também…das novas………..

    • Cobrão
      38.2

      É de doer no coração quantas oportunidades jogamos no lixo…até parece que é de propósito!

  38. Eduardo Ramos
    39

    Parabéns, Dimas! Excelente análise.

    Os resultados obtidos no futebol não podem, e nem devem, esconder os equívocos, e em alguns casos, os desmandos no nosso querido Santa Cruz.

    Do (péssimo) tratamento aos sócios até ao estado visível da falta de manutenção do estádio e da sede, os resultados e consequências não são animadoras.

    Quero transmitir o meu abraço a Nivaldo Brayner, uma das aiores referências em Marketing, em Pernambuco.

  39. óia a cobra
    40

    Ando muito sério ultimamente, mas nem se animem! Qualquer hora canto Lapa e quem não aguentar grite uiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!

  40. rubemjunior
    41

    Cheguei agora de Fortaleza, e ninguem por lá fala de futebol.
    Como a capital CEarense é fraca com relação ao futebol.

  41. Muito bom o texto, porém, vale lembrar que o clube estava totalmente quebrado, até a energia eletrica foi cortada e na era pós FBC temos melhorado.

  42. Leandro Rodrigues
    44

    Belo texto. Já penso nisso há algum tempo. Por isso, independente de posição politica, achei péssima a saída de Joaquim Bezerra da atual Gestão. Todavia, dificilmente se não sairmos dessa divisão teremos êxito em qualquer panorama de gestão moderna. Para isso, é necessário visibilidade e um mínimo de dinheiro para se gerir e investir em ações de marketing. Na série C ou D, dificilmente sem tem esse aporte necessário. Mas acho salutar a reflexão. Além do mais, é necessário se dar um passo inicial, ainda que pequeno nesse sentido. Isso começa com os dirigentes tendo este perfil empreendedor/gestor da modernidade já agora, mesmo que a passos largos. Tomar consciência disso para se implementar num futuro próximo (série B 2013, se Deus quiser) já é um grande passo.

    Saudações Corais.

    • Roberto Gomes
      44.1

      Pois é Leandro o Santa se dá ao luxo de escantear figuras como Joaquim Bezerra, Sergio Murilo e tantos outros tricolores que vivem no anônimato sem nenhuma chance e espaço de aparecer e dá sua contribuição. Para ter êxito numa gestão moderna é preciso oxigenar o clube, com pessoas competentes e honestas nas suas funções , que amem o Santa acima de suas vaidades, compromissadas, mas vivemos numa velha casta de dirigentes com pensamentos antigos que sonha ainda em “colegiado” Assim fica dificil caminhar para frente !
      Saudações Corais

  43. Leandro Rodrigues
    45

    ops! quis dizer a passos curtos.

  44. Fábio Lucas
    46

    Fortaleza vai colocar ingressos à R$50,00 e R$25,00(meia) para a torcida do Santa. Para torcida deles serão R$30,00 e R$15,00(meia).

    Isto é, vão ferir o estatuto do torcedor, colocando preços diferentes para as duas torcidas… Sabe oque a diretoria vai reclamar? NADA!

    E me dá desgosto de pensar que aqui no Arruda os caras cobram R$30,00 (o mesmo preço), e ainda colocam a torcida adversária nas cadeiras do estádio. É mole ou quer mais?

    Mas ok! Tá tudo muito bom, tá tudo muito bem, né?

  45. Geraldo Mesquita
    48

    Quem compareceu, se possível, faça um resumo da reunião do conselho realizada ontem a noite.

  46. Leandro Rodrigues
    49

    Fiquem ligados pessoal, hoje pode haver mudanças na série C, pois o conflito de competência do corre campo = 12+2-1 será julgado pela 2ª Turma do STJ. E se o agravo regimental da CBF for atendido, o processo principal dessa confusão pode sair da Paraíba. Com isso, podemos perder os pontos que ganhamos em cima da Galinha. Então, esse jogo contra o Fortaleza é tão importante quanto foi o do Icasa. Temos que ganhar.

    Saudações Corais.

    • Luiz Ernane
      49.1

      Bem lembrado.

    • Tadeu Patriota
      49.2

      Eu não diria que temos que ganhar.
      Diria que ganhar seria muito importante.

    • Geraldo Mesquita
      49.3

      Nesse angu, quanto mais se mexe mais aparecem caroços.

    • rubemjunior
      49.4

      É vencer ou vencer.

      Temos que recuperar os pontos perdidos contra o guarana de sobral e Paissandível.

    • Nessa história toda quem vai ficar tranquio se o time da galinha fpr excluido é o Paisandu pois foi o único até aqui que não conquistou pontos cotra eles!!

  47. Givanildo oliveira é o novo treinador do paysandu…Tenho certeza que o Santa ganha esse jogo contra o fortaleza… é 2×1

  48. Leandro Rodrigues
    51

    Fico pensando, sei da Grandeza do Santa Cruz. Sabe-se aos quatro cantos que o Santa é o maior Time dessa Série C. O passado nos condiciona a isso. Mas precisamos mostrar isso em números em conquistas. Vejo o Paysandu, menor que nós (respeitavelmente), mas com títulos nacionais (série B e Copa dos Campeões). Nos dias de hoje não há mais espaço para clubes desorganizados financeira e administrativamente, pois, caso o sejam, estão fadados ao insucesso e ao posterior esquecimento. A modernização tem que chegar ao Arruda para que isso futuramente se transforme em títulos e ratifique a nossa condição de Grande.

    Saudações Corais.

    • Fábio Lucas
      51.1

      Ter inveja de título da Série B é demais para min… E também da Copa dos Campeões, que de tão importante foi extinta com 3 anos de existência.

      O nosso único “erro” foi não ter conquistado o título Brasileiro DA SÉRIE A de 1975. Uma infelicidade, falta de sorte ou má fé dos árbitros nos tiraram aquele que teria sido o título alavancador do futebol Pernambucano. Com aquele título, provavelmente, teríamos sido campeões nacionais mais vezes.

      O Internacional, que foi o campeão, alavancou o futebol Gaúcho, o transformando no grande estado futebolístico fora do Sudeste.

      Se tivéssemos ganho, talvez fosse Pernambuco o Rio Grande do Sul de hoje em dia.

      Veja essa documentário sobre o que aconteceu com o Futebol Gaúcho depois daquele título:

  49. rubemjunior
    52

    O time deveria ser o mesmo, tanto fora quanto dentro do Arruda. Padrão de jogo se consegue com a permanencia do mesmo time por diversas rodadas.
    Para mim as únicas mudanças seria na direita e no meio de campo.

    Meu time.

    Fred
    Maisena
    Willians
    Borges
    Tiago
    Memo
    Sandro Manoel
    Oliveira
    Natan ou Renatinho
    Denis
    Fabricio

    Para cima e pronto.

    • Tadeu Patriota
      52.1

      Se o time devia ser o mesmo tanto fora quanto dentro de casa, esse que tu botou aí já tá diferente do que jogou no Arruda.

    • rubemjunior
      52.2

      Tadeu,

      Weslei(Morcego) tá fora do jogo por causa do amarelo.

      Memo voltaria para a posição normal, colocaria Maisena na direita e substituia a mosca morta xi-cão pelo Sandro Manoel.A base era mantida.

      Mudanças por questões técnicas.

  50. rubemjunior
    53

    Não estou gostando desse retorno do Diogo ( Morcego ).

  51. Fábio Lucas
    54

    Meia Gilmax chegando para testes:

    http://www.folhape.com.br/blogdeprimeira/?p=40944

    Não sei porque “testes”. O cara é bom de bola. Pelo menos é melhor que Maranhão, Luciano Henrique, Wesley, Léozinho, Vitor Hugo e o VOLANTE Wesley.

  52. João Nóbrega
    55

    Prezado Dimas, que tal convocar administradores verdadeiramente amantes do Santa Cruz, prepararem um plano de reengenharia administrativa e verdadeiramente impor ao nosso presidente ou futuros candidatos a tal.
    Faça isso e vamos ver o que acontece.
    Santa Cruz Ontem, Hoje, Amanhã e Sempre

  53. PEDRO ZIMMERLE
    56

    COM GIVANILDO O PAYSANDU TENDE A CRESCER, ESPERO ESTÁ ENGANADO.

  54. Paulo Cesar Oliveira apita Santa e fortaleza,esse cara tem histórico de sempre complicar agente,ja levou até umas tapas da nossa torcida no pós jogo…é bom a diretoria ficar de olho.

  55. rubemjunior
    58

    Estava vendo eu um vídeo do jogo Cuiabá e Santa Cruz, teve um lance que xi-cão perdeu a bola displicentemente para um adversário e por pouco não saia um gol.

    O que é que zé teodoro vê nesse rapaz, lento e sem recursos.

  56. rubemjunior
    59

    Vou logo adiantando que o Gilmax não será aprovado, zé teodoro vai dizer que o rapaz não tem pegada.

    Qual a pegada que xi-cão tem?

  57. Celso Henrique
    61

    Hoje, às 14:17h chegou ao mundo mais um tricolor para conferir a ascensão do nosso Santa. Meu filho João Henrique que vai se juntar a mim e ao irmão Gabriel nessa torcida maravilhosa.

    • Eduardo Ramos
      61.1

      Muitas felicidades para toda a família. Seja bem vindo João Henrique!

    • Ricardo Cavalcanti
      61.2

      Que João Henrique venha ao mundo e receba todo amor de seus familiares nessa encarnação.
      Que o Joãosinho possa aproveitar esse momento tão especial do nosso Mais Querido e que ele nos ajude a segurar nossa bandeira por muitos anos de glórias.

      Parabéns!!!

    • Flávio Tricolor de Gravatá
      61.3

      Parabéns Celso Henrique, que Deus continue abençoando a todos e que o João Henrique possa ter orgulho de fazer parte dessa massa coral santacruzense!

    • Marcos Almeida
      61.4

      Parabéns e mais um tricolor é sempre bem vindo.

  58. Eduardo Ramos
    62

    Parece que Fred é dúvida para domingo. Possomestarvequivocado mas os Tricolores residentes em Natal podem confirmar, ou não: o goleiro Camilo, atualmente na reserva do ABC, poderia ser uma excelente contratação para o Santa Cruz.

  59. Eduardo Ramos
    63

    O teclado do Ipad é traiçoeiro. No texto acima, leia-se: Posso estar equivocado…

  60. Arnildo Ananias de Oliveira
    64

    Parabéns CELSO HENRIQUE

    e saudações tricolores santacruzenses pro herdeiro João q já foi presenteado hj: é q a coisa maldita dos quintos dos infernos acabou de levar + uma troleitada.

    E todos caminhos do mundo nos levam domingo ao PV, em Fortaleza.

    SAUDASANTA

    • Geraldo Mesquita
      64.1

      Arnildo, você que é conselheiro, se esteve presente na reunião, o que de bom aconteceu?

  61. Zé testou no treino Memo, Chicão e Sando Manoel no mesmo time, isso com Maisena de lateral. Aí é foda! Só faltou escalar dez volantes.

  62. Geraldo Mesquita
    66

    O site oficial do Santa Cruz é este, e será que está sendo reformulado?

    http://www.santacruzfc-pe.com.br/

    Minha pergunta se prende ao fato de estar totalmente parado e aínda indicar como último jogo, a partida contra o Paissandú.

  63. rubemjunior
    67

    O time do Luverdense é um time arrumado, dos seis jogos disputados, venceu quatro e perdeu duas partidas.
    Dessas quatro vitórias, duas foram como visitante e duas como mandante, não teve nenhum empate, ou seja é um time que joga sempre buscando a vitória, independente se vai perder ou vencer.

    Diferente do nosso ” treinador ” que prefere empatar.

    • eduardo macedo
      67.1

      Tem razão, parece ser um time arrumado e que aquela goleada pro Salgueiro foi fatalidade. Não entendo os critérios adotados pelo site do post 12, no qual o Luverdense, que jogou apenas 2 partidas em casa de 6 disputadas e que é líder, tem menos chances de classificação do que outros dois times com rendimento até aqui inferior.

    • rubemjunior
      67.2

      Você tem que ler os critérios adotados pelo site Chancedegol, para poder entender melhor.
      Mas, pelo que conheço do site, eles fazem a prospecção através da possibilidade de vitórias dentro de casa, e também pela tradição de alguns clubes.

      Se reparar a Luverdense está cotada para se classificar.Mas, não podemos levar em conta isso, porque a cada rodada pode mudar.

  64. Leandro Rodrigues
    68

    Será que tem alguém de muito bom coração que possa postar informações concretas sobre a reunião do conselho que aconteceu esta semana?

    Não vi ou ouvi ninguém falar no assunto.

    Saudações Corais.

  65. Leandro Rodrigues
    69

    Não entendi moderação. A pergunta foi simples, apenas sobre a reunião do conselho.

    • Leandro,

      Seu comentário acidentalmente foi tratado como spam pelo WordPress. Infelizmente, não sei o que causou.

      Saudações corais,

      Dimas Lins

  66. Tribomjardim
    71

    E essa de preços maiores pra nós lá em Fortaleza….é muita pasmaceira ficar calado…aqui ficam nas cadeiras,se brincar até com mordomo….e nós tomando banho de urina e sentando nas fezes…..e agora????

  67. rubemjunior
    72

    O TC está como chupar um confeito com papel.

    Vamos se mexer minha gente, vamos participar.

  68. Arnildo Ananias de Oliveira
    73

    GERALDO MESQUITA

    Só agora q vi tua pergunta. É na hora q postei estava degustando a bebida do Baco quando, pra completar, fui inventar de ver os gols do jg da coisa ruim e fiquei meio tonto com aquele drible q o vascaíno deu no Tobi e fui dormir imediatamente. Só agora q acabei de entrar no blog.

    Fui Conselheiro na administração FBC. Não sou mais. Me colocaram em AMBAS as chapas do Conselho nesta última eleição: na do SÉRGIO MURILO e na de ALN.

    Justamente pela INOPERÂNCIA desse órgão – em face de como é composto e de outras razões inúmeras vezes citadas por muitos aqui q, tb na minha opinião, desvirtuam a finalidade precípua do mesmo – pedi a retirada do meu nome das duas chapas.

    Entretanto, para atendê-lo, liguei prum amigo q ainda é conselheiro mas, infelizmente, o mesmo ñ foi à reunião.

    Fico te devendo esta.

    SAUDASANTA

    • Esse é um dos principais problemas da ausencia de um “site oficial” na concepção da palavra e não esses que o santa cruz insistem em dizer que são oficiais.

      Uma reunião do conselho deliberativo e nenhuma menção a respeito no site dito oficial.

      Nem pra dizer que na reunião do conselho deliberativo fez-se o de sempre um monte de tricolores pra perpetuar o status de conselheiros se juntaram pra jogar conversa a fora. Mas tratar dos assuntos do santa Cruz, anagariar possíveis soluções pros vários problemas do clube desde a infra-estrutura do estádio, andamwento do CT, até questões financeiras como a prestação de contas da diretoria, a questão venda do gilberto, como qualificar ainda mais nas nossas divisões de base(não só do futebol, mas de outros esportes) que é bom nada.

      E assim, lamentavelmente, caminha o CD do Santa Cruz F.C.

    • Geraldo Mesquita
      73.2

      Arnildo, agradeço pela atenção

  69. óia a cobra
    74

    Blogs do Santa Cruz não relatam os assuntos da reunião do conselho o povão só direto a saber de assuntos do clube rolado nas feijoadas e nos jantares de adesão é tal de me dê, o Santa Cruz precisa…

  70. Fábio Lucas
    75

    Vim aqui de manhã tinham 129 comentários, volto à tarde e tem 135… É impressão minha ou está tudo monótono por aqui?

    Eu, hein?!

    Fui!

  71. Tadeu Patriota
    76

    Qual a chatice mais chata?
    A chatice de antes da muito necessária “Fé cega e faca amolada”, ou a de depois?

  72. Santana Moura
    77

    Pois é, nos esportes como na vida nada é por acaso, tudo tem uma trajetória. Se a bola não entra a matemática explica: o que desferiu o chute não fez uma linha reta ou curva precisa para desviar do goleiro e furar a meta. Portanto, treinar, treinar e treinar é preciso: técnica, física e psicologicamente.

Regras de moderação do Torcedor Coral
O Torcedor Coral não se responsabiliza pelas opiniões de seus leitores, mas se reserva ao direitor de excluir, sem aviso prévio, os comentários que:
1. Façam acusações sem provas;
2. Configurem qualquer tipo de crime, de acordo com as leis do país;
3. Contenham ofensas pessoais a quem quer que seja, mesmo que o ofendido seja reconhecidamente um canalha;
4. Defendam ou enalteçam o LEF, pois nós somos liberais, mas nem tanto assim;
5. Utilizem e-mails falsos ou inexistentes;
6. Tenham características de chat ou bate-papo;
7. Copiem textos publicados em outros espaços virtuais, ao invés de publicarem os links das matérias originais.
8. Publiquem sistematicamente os mesmos comentários, repetições de ideias ou opiniões;
9. Publiquem comentários com prevalência em caixa alta, que é o mesmo que gritar na internet;
10. Manifestem intolerância à liberdade de opinião;
11. Tenham características de perseguição a outros leitores;
12. Manifestem, implícita ou explicitamente, mensagens eleitorais, tanto de candidatos a cargos no clube, quanto de partidos políticos;
13. Contenham mensagens abusivas, desagradáveis, ostensivas, cansativas e que não se utilizem de bom senso.

Algumas palavras estão programadas para cair automaticamente na moderação de modo a facilitar o cumprimento das regras. Assim, seu comentário será liberado o mais rápido possível, se for constatado que não houve violação.

O sistema anti-spam do Torcedor Coral, utilizado para evitar malwares ou vírus, ocasionalmente poderá reter indevidamente um comentário legítimo. Também poderão ser retidos indevidamente os comentários que contenham dois ou mais links, pois são através deles que ocorrem ataques ao blog. Tão logo esses casos sejam identificados, os comentários serão liberados.

Lembre-se, o trabalho no Torcedor Coral é realizado de forma voluntária por cada um dos editores, cronistas, moderadores e colaboradores, já que todos atuam profissionalmente em outras áreas. Dessa forma, tenha paciência, caso seu comentário não seja liberado imediatamente.

Para comentar regularmente, o autor deve ter um comentário aprovado anteriormente no Torcedor Coral.

Os casos omissos serão definidos pelos editores do blog.

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *