Sim, não, mas sim, mas não, nem isso.

 Eu tenho esperança!

Sim, eu tenho esperança!

Pois, digo logo e faço paródia com Ovídio  (aquele romano tarado):

Será mais fácil os pássaros deixarem de cantar na primavera e as cigarras no verão, será mais fácil o Cão da Menália voltar as costas à lebre, do que o Santinha ganhar do Bahia na Fonte Nova.

Sim, utilizo a mitologia grega. Não nego a amostração, mas mostro meu pessimismo de forma elegante. Além do mais, utilizar o Cão da Menália como argumento de autoridade é muito eficiente. Fui duro? Por demais sincero? Dói na alma do tricolor? Olhe, só tenho pena de mim mesmo.

Claro, irei torcer muito, mais do que um bocado. Porém, torcer não significa perder a razão, caros amigos. Não sofro de pensamento mágico, transformando o ato de torcer em realidade. Torço, logo existo, mas o Santinha continua como sempre. É eterno, só que terá que mudar.

Convenhamos, o time não passa confiança. Já errei feio, aqui no TC, na minha última crônica, depois daquele jogo exuberante contra o Bragantino. Senti-me até meio bobo por ter escrito aquilo. Fiquei bêbado de otimismo.

(E culpei Dimas, porque toda culpa precisa ser jogada em alguém. Tem culpa, caro leitor? Cuidado, é lobo que devora verdades. Pois, nem no sofá psicanalítico, assumo pecado. E, se pego em flagrante, digo que fui sequestrado)

Naquele jogo, pensei que tinham terminado as oscilações. Que nada! Veio logo duas lapadas contra o CRB e a Barbie. E, de repente, tudo voltou ao de então: Lelê, com sua incrível capacidade de encerar gramado (não compreendo por que não Raniel no seu lugar); Luizinho, como grande ciscador da ponta-direita (falta de Grafite, dor de cotovelo?); MM volta a escalar Aquino e experimenta toda a força do raciocínio indutivo: se Aquino joga mal todo jogo,  jogará obviamente igual o próximo; o retorno do buraco no meio-campo, onde o adversário deita e rola…

Certo, admito que o time tenha melhorado um pouco, desde as partidas contra o Atlético-GO e o Criciúma, um empate e uma vitória, mas argumento que o nível permaneceu aquém do jogo contra o Bragantino. Tenho medo de que o time tenha chegado ali ao seu máximo. Bateu no teto e agora, sob efeito da gravidade, vai caindo e se encaixando no seu limite. E, pra ganhar do Bahia, precisará jogar muito, como nunca nesse campeonato, logo, melhor do que contra o Bragantino. Eis a questão.

Mas…

Bem… er… sem esperança?

A escalação de Bileu, mais marcação, muita superação…

(falta Raniel no lugar de Lelê)

E aí?

Sim, não, mas sim, mas não, nem isso.

Tricolor é o zerumano que tornou a esperança seu destino. Não é a última que morre, pois é a primeira que (sobre) vive. O tricolor sabe esperar e detesta os estoicos. Espera tanto, algumas vezes, que des-espera. Banaliza a esperança, até. Confunde-a, muitas vezes, com Veruska, do Capim Verde, ou com Valeska, do Almanara. De fato, a vida é uma grande confusão. Cheio de cerveja na alma, qualquer um percebe qualquer dama com fé e coragem. E bola pra frente.

Nossa coragem não é superar o medo da morte, e sim o medo da vida. Temos a coragem de viver. Queremos durar — o firme desejo de perdurar. Tão ligados?

E é pela fé que largo a mitologia grega, o Cão da Menália, até a Lebre e penso no significado do Clube do Santo Nome. Que nome é esse, afinal? Nessas horas, antes de uma decisão, somos todos cristãos, mesmo eu, um materialista vulgar, cuja alma é apenas uma secreção verde que sai pelo nariz. A escatologia cristã é mais adequada para enfrentar nosso adversário — aliás, versado noutros misticismos, truques e mufunfas.

Sim, como santacruzenses, o que podemos e devemos esperar do Santinha contra o Bahia?

Milagre.

Justamente, nossa especialidade.

14 Comentários

  1. O acesso foi embora nos dois jogos contra o ABC.

  2. Santacruzense em sampa
    2

    Comecei a ler o texto e a supor, equivocadamente, que o autor iria contrariar o óbvio, como é de si, e demonstrar toda sua esperança e até convicção na Vitória.

    Ledo engano.

    Tudo bem.

    Só discordo de uma coisa: ser racional não implica supor ser milagre a Vitória Coral. Afinal, oscilar o Bahia oscila. Se , de fato, nosso time não inspira confiança e nos trai a fé, o deles não deixam por menos. Flertam com g4 desde sempre, mas nunca de forma sólida. Vacilaram o ano todo. Nós saímos do z 4 e estamos aqui.

    Enfim, cheio de cerveja na alma, sigo com esperança. Não convicção. Sei que é h. Mas não vejo como além do normal. É um jogo. Não contra aquele Bahia cantado em verso e prosa. Contra este.ģ Nada mais.

    • O problema é que nosso professor pardal (MM) adora inventar uma escalação maluca quando mais precisamos de uma vitoria.(vide escalações contra CRB e Atl. Goias), geralmente nesses jogos escala Renatinho e/ou A.Aquino, é de tirar qualquer tesão.

    • Artur Perrusi
      2.2

      Tenho plena convicção no milagre (hehe).

  3. André Tricolor Virtual
    3

    Saudações Corais,

    Artur sua crônica foi elegante e cômica. É rir pra não chorar!

    Lembrei a pouco o Avaí, que depois de tantos tropeços, conseguiu emfim o acesso e hoje na Série A, por enquanto, está fora do Z4.

    Se serve de consolo, a oscilação e pobreza de regularidade dos times nessa Série B, faz nossa Fé aumentar e ter uma imensa certeza no Milagre na Fonte Nova. Sou mais Santa!

    Minha Frevo já está no congelador tinindo! Numa hora dessas ficar sóbrio é um perigo da mulesta 🙂

    Abraço

    VIVA SANTINHA !!!

  4. Artur Perrusi
    4

    Estava até pedindo mais um volante. Mas depois que uma reportagem mostrou, com dados, que a dobradinha JP e DC, de 11 jogos juntos, só perdeu 1 (!), fiquei temente e preocupado.

    Não sei o que dizer. Amanhã, será dia tenso. As unhas serão as primeiras vítimas.

    • André Tricolor Virtual
      4.1

      Verdade Artur,

      Não acho tão ruim entrar com mais um volante. O problema é o risco de entrar com Bileu que está totalmente sem rítmo de jogo.

      Eu entraria com Raniel no lugar de Lelê e D Costa no meio com JP!

  5. Vitória espetacular!
    Vamos que vamos. Vencer o Oeste e torcer pro América vencer o Vitória, em BH.

  6. Vitória, vitória, vitória!

  7. André Tricolor Virtual
    7

    Vitória sensacional

    Bileu jogou muito e eu com receio de sua participação no jogo.

    Todos de parabéns, jogadores e MM!

    Terça todos os caminhos levam ao Arruda.

    VIVA SANTINHA !!!

  8. André Tricolor Virtual
    8

    Artur,

    E olhe que não foi milagre não rsrs. O Santa foi melhor durante todo o jogo!

  9. Hélio Mattos
    9

    KKKKKKK!!!!
    Poia é amigo Artur: A vida é como o futebol e o futebol é como a vida.
    E vice e versa!

  10. Artur Perrusi
    10

    Milagreee!!!

    Vitoria historica.

    Eh agora, borah lah!!@

  11. santana moura
    11

    O Santa é assim mesmo, esta metamorfose ambulante…

Regras de moderação do Torcedor Coral
O Torcedor Coral não se responsabiliza pelas opiniões de seus leitores, mas se reserva ao direitor de excluir, sem aviso prévio, os comentários que:
1. Façam acusações sem provas;
2. Configurem qualquer tipo de crime, de acordo com as leis do país;
3. Contenham ofensas pessoais a quem quer que seja, mesmo que o ofendido seja reconhecidamente um canalha;
4. Defendam ou enalteçam o LEF, pois nós somos liberais, mas nem tanto assim;
5. Utilizem e-mails falsos ou inexistentes;
6. Tenham características de chat ou bate-papo;
7. Copiem textos publicados em outros espaços virtuais, ao invés de publicarem os links das matérias originais.
8. Publiquem sistematicamente os mesmos comentários, repetições de ideias ou opiniões;
9. Publiquem comentários com prevalência em caixa alta, que é o mesmo que gritar na internet;
10. Manifestem intolerância à liberdade de opinião;
11. Tenham características de perseguição a outros leitores;
12. Manifestem, implícita ou explicitamente, mensagens eleitorais, tanto de candidatos a cargos no clube, quanto de partidos políticos;
13. Contenham mensagens abusivas, desagradáveis, ostensivas, cansativas e que não se utilizem de bom senso.

Algumas palavras estão programadas para cair automaticamente na moderação de modo a facilitar o cumprimento das regras. Assim, seu comentário será liberado o mais rápido possível, se for constatado que não houve violação.

O sistema anti-spam do Torcedor Coral, utilizado para evitar malwares ou vírus, ocasionalmente poderá reter indevidamente um comentário legítimo. Também poderão ser retidos indevidamente os comentários que contenham dois ou mais links, pois são através deles que ocorrem ataques ao blog. Tão logo esses casos sejam identificados, os comentários serão liberados.

Lembre-se, o trabalho no Torcedor Coral é realizado de forma voluntária por cada um dos editores, cronistas, moderadores e colaboradores, já que todos atuam profissionalmente em outras áreas. Dessa forma, tenha paciência, caso seu comentário não seja liberado imediatamente.

Para comentar regularmente, o autor deve ter um comentário aprovado anteriormente no Torcedor Coral.

Os casos omissos serão definidos pelos editores do blog.

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *